Parlamentar e líder estudantil são presos na Venezuela

Arquivado em: América Latina, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 8 de agosto de 2018 as 10:20, por: CdB

Em pronunciamento televisionado, Maduro mostrou um vídeo de uma suposta autoridade da Guarda Nacional, cujo rosto havia sido desfocado, dizendo que Juan Requesens estava envolvido no ataque com drone

Por Redação, com Reuters – de Caracas 

A oposição da Venezuela disse que o parlamentar Juan Requesens e sua irmã Rafaela Requesens, uma líder estudantil, foram presos em seu apartamento em Caracas na noite de terça-feira, depois que o presidente Nicolás Maduro ordenou uma repressão como resposta a explosões com drones em comício no fim de semana.

Parlamentar venezuelano de oposição Juan Requesens durante protesto em Caracas

– Cerca de 14 homens da (agência de inteligência) Sebin sequestraram a força o parlamentar Juan Requesens e a presidente da Federação de Centros Universitários, Rafaela Requesens – escreveu o partido Primeiro Justiça, ao qual Juan pertence, em publicação no Twitter.

Depois, a irmã de Juan foi solta e está em “um lugar seguro”, disse seu pai em vídeo transmitido ao vivo em uma rede social que foi filmado em frente a uma prisão de Caracas.

Em pronunciamento televisionado mais tarde na terça-feira, Maduro mostrou um vídeo de uma suposta autoridade da Guarda Nacional, cujo rosto havia sido desfocado, dizendo que Juan Requesens estava envolvido no ataque com drone.

– Outro líder da oposição é mencionado, um dos mais loucos, um psicopata, seu sobrenome é Requesens – disse Maduro durante o discurso de duas horas, no qual também acusou o líder da oposição Julio Borges de planejar assassiná-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *