Polícia e Exército apreendem 250 toneladas de explosivos no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 28 de março de 2019 as 13:18, por: CdB

O galpão foi vistoriado por policiais civis, agentes e fiscais da Receita. O grupo incluiu o Esquadrão Antibombas da Polícia Civil e cães farejadores.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Uma operação conjunta da Polícia Civil, Exército e Receita Federal apreendeu 250 toneladas de explosivos em um depósito no Rio de Janeiro. O local pertence a uma transportadora que não tinha certificado de registro para armazenar esse tipo de material.

Por questões de segurança, a Polícia Civil não divulgou o local da apreensão nem o destino do materia

O galpão foi vistoriado por policiais civis, agentes e fiscais da Receita. O grupo incluiu o Esquadrão Antibombas da Polícia Civil e cães farejadores.

O Exército – instituição responsável por controlar a produção, transporte e comércio de explosivos , constatou que além de não ter registro, o depósito não tem condições mínimas de segurança.

Por questões de segurança, a Polícia Civil não divulgou o local da apreensão nem o destino do materia.

Operação

Seis pessoas morreram baleadas na quarta-feira no Rio de Janeiro. Três operações da Polícia Militar (PM) deixaram um saldo de quatro suspeitos baleados e um policial ferido. Outras duas pessoas deram entrada no Hospital Getúlio Vargas, na zona norte, também baleadas, e morreram. As informações são da assessoria da PM e da assessoria da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

De acordo com a PM, na parte da manhã, policiais da UPP Vila Cruzeiro foram atacados a tiros, na localidade conhecida como Merindiba, no Complexo da Penha. No confronto, um criminoso foi baleado e socorrido para o Hospital Estadual Getúlio Vargas. Ele estava em posse de uma pistola calibre 9mm.

À tarde, um PM de folga foi vítima de tentativa de roubo na Avenida Brasil, próximo ao Complexo da Maré. Ele reagiu e houve confronto. Uma equipe da Polícia Civil deu apoio. O policial militar foi atingido e socorrido para o Hospital Geral de Bonsucesso. Dois suspeitos baleados deram entrada no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha.

Nas comunidades Parada de Lucas e Vigário Geral, uma operação do Batalhão de Ações com Cães (BAC) gerou confronto com criminosos do local. Um criminoso foi encontrado ferido, portando um fuzil e drogas, sendo socorrido para o Hospital Getúlio Vargas. Uma pistola e um rádio transmissor foram apreendidos.

Embora a nota da PM se refira a quatro suspeitos baleados, a SES divulgou nota sobre seis atingidos por arma de fogo levados para o hospital, o que pode incluir vítimas de assaltos: “A direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas informa que recebeu nesta terça-feira seis pacientes de disparo de arma de fogo. Apesar do atendimento realizado pela equipe médica da unidade, as vítimas vieram a óbito em decorrência de ferimentos graves”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *