Polícia investiga agressão motivada por homofobia em escola

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 31 de outubro de 2018 as 13:20, por: CdB

Um estudante da Visconde de Cairu relatou nas redes sociais que ele e um amigo foram agredidos com socos, pontapés e golpes de madeira.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A Polícia Civil está investigando um caso de agressão motivado por homofobia dentro de uma escola estadual na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. O caso ocorreu na tarde da última segunda-feira, no Colégio Estadual Visconde de Cairu, no bairro do Méier.

A Polícia Civil está investigando um caso de agressão motivado por homofobia dentro de uma escola estadual na Zona Norte

Um estudante da Visconde de Cairu relatou nas redes sociais que ele e um amigo foram agredidos com socos, pontapés e golpes de madeira. Segundo o jovem, tudo começou quando o agressor os abordou dentro da escola dizendo que não era homossexual e que ia matar as duas vítimas.

Depois de algum tempo, de acordo com o jovem, o agressor se encontrou com as vítimas novamente e começou a agredi-los. Inicialmente teria batido com um pedaço de madeira na cabeça e dado socos e pontapés no estudante, que caiu no chão. Em seguida, começou a agredir o amigo da vítima também com golpes de madeira.

O agressor, de acordo com o relato do jovem, seria um estudante que contou com o apoio de outros alunos para fugir do local. Segundo a polícia, ele já foi identificado, mas sua a identidade não será divulgada para não atrapalhar as investigações.

A Secretaria Estadual de Educação informou, por meio de nota, que está acompanhando o caso e que tomará todas as medidas cabíveis em relação aos envolvidos. Já a Polícia Civil informou que a investigação está a cargo da Delegacia do Méier (23ª DP) e que diligências estão sendo feitas para apurar o fato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *