Polícia diz que ouro roubado em Aeroporto de Guarulhos vale R$ 110 milhões

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 26 de julho de 2019 as 13:49, por: CdB

Disfarçados de policiais federais, homens armados invadem terminal em aeroporto de Guarulhos e levam carga avaliada em 113 milhões de reais. Ação durou apenas dois minutos e meio.

Por Redação, com agências de notícias – de São Paulo

Os bandidos que invadiram o terminal de cargas do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na quinta-feira, levaram 718,9 kg de ouro avaliados em US$ 29,2 milhões.

Viaturas clonadas foram abandonadas a 12 quilômetros do aeroporto

Na conversão atual, o montante equivale a R$ 110,2 milhões, ncenhum suspeito foi preso. Os metais estavam em 31 malotes que seriam levados de avião para Nova York, nos Estados Unidos (24 malotes, com 565,50 kg), e Toronto, no Canadá (sete, com 153,4 Kg).

Durante a madrugada desta sexta-feira , ncove pessoas prestaram depoimentos no prédio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na Zona Norte de São Paulo.

Agentes fizeram a perícia nos carros abandonados e recolheram impressões digitais. De acordo com Polícia Federal, os carros clonados como veículos da PF não são roubados. No entanto, seus proprietários ainda não foram localizados.

A GRU Airport, concessionária responsável pelo Aeroporto Internacional de São Paulo, disse em nota que o roubo não prejudicou o embarque e desembarque de passageiros, e que não houve tiroteio nem feridos.

A Brink’s, responsável pelo transporte do ouro até o terminal, informou que “está colaborando com as autoridades competentes para apuração do ocorrido”.

O Roubo

Pelo menos 10 homens fortemente armados roubaram 750 quilos de ouros do terminal de cargas no aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo.

Disfarçados de policiais federais e usando duas viaturas clonadas, os homens chegaram ao aeroporto por volta das 14h30. De acordo com a polícia, um dos veículos ficou na portaria e outro entrou no terminal. Com uma empilhadeira, os criminosos transferiram a carga para o carro e levaram como refém o chefe da logística.

A ação no terminal durou cerca de dois minutos e meio. Nenhum tiro foi disparado no roubo. Os veículos clonados foram abandonados no final da tarde no Jardim Pantanal, na zona leste de São Paulo, a 12 quilômetros do aeroporto. A carga roubada teria sido transferida para outras duas caminhonetes brancas.

A polícia está investigando o caso. As viaturas clonadas já foram periciadas. Uma operação envolvendo policiais civis e militares e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) tenta localizar os assaltantes em fuga.

PRF

De acordo com a PRF, o grupo manteve o chefe de logística e a sua família como reféns desde a noite anterior. Sob ameaça, ele teria repassado aos assaltantes informações privilegiadas das operações no terminal. Os reféns já foram liberados.

Grande parte da carga levada seguiria para Zurique, na Suíça, e Nova York, nos Estados Unidos. Ainda não se sabe a quem pertencia o ouro levado.

Segundo a concessionária que administra o aeroporto, GRU Airport, a operação de embarque e desembarque não foi prejudicada pelo roubo e funciona normalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *