Polícia prende suspeitos de roubo na Baixada Fluminense

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 10 de outubro de 2019 as 10:27, por: CdB

De acordo com a Polícia Civil, a maior parte dos casos de roubos na Baixada é fomentada por organizações criminosas.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais civis fizeram nesta quinta-feira uma operação para cumprir mandados de prisão de suspeitos de roubo que estão foragidos da Justiça. De acordo com nota divulgada pela Polícia Civil, até as 9h45, os agentes já tinham prendido 45 pessoas.

Polícia prende 45 suspeitos de roubo na Baixada Fluminense
Polícia prende 45 suspeitos de roubo na Baixada Fluminense

A ação, que está ocorrendo em 13 municípios da Baixada Fluminense, tem como base inquéritos de delegacias da região e um levantamento feito pela Divisão de Capturas da Polícia Civil.

Organizações criminosas

De acordo com a Polícia Civil, a maior parte dos casos de roubos na Baixada é fomentada por organizações criminosas que controlam a venda de drogas ilícitas em comunidades da região.

Essas quadrilhas emprestavam armas para os assaltantes, que conseguiam assim roubar veículos, cargas, pedestres, casas, lojas e bancos.

Homem é preso por estupro

Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) realizaram, nesta quinta-feira, no bairro Jardim, em Bangu, Zona Oeste, o cumprimento de mandado de prisão preventiva de Cleiton de Souza de Assumpção Teixeira pelo crime de estupro de vulnerável.

O mandado de prisão foi expedido em 2014 pela 2ª Vara Criminal de Cabo Frio e Cleiton cumprirá uma pena de 14 anos de reclusão.

Miliciano

Policiais da 28ª DP (Campinho) prenderam em flagrante, nessa quarta-feira (09/10), Diogo Soares Santana da Silva, conhecido como Laranjinha, na Praça Seca.

Diogo é apontado como um dos integrantes da milícia que vem tentando dominar a região. Após levantamento de informações de inteligência e realização de diligências, ele foi capturado enquanto dirigia um veículo clonado, que consta como roubado. Uma balaclava foi apreendida. O carro seria utilizado pela organização criminosa para realizar extorsões a moradores e comerciantes do bairro.

O miliciano possui diversas anotações criminais, sendo investigado em procedimentos da DRACO e da DH. Ele vai responder pelo crime de receptação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *