Polícia prende quadrilha com ingressos falsificados para final da Copa América

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sábado, 6 de julho de 2019 as 12:41, por: CdB

Os agentes chegaram ao grupo a partir da denúncia de uma mulher que negociava pela Internet a compra de dois ingressos para a decisão da Copa América.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A Delegacia do Consumidor (Decon) prendeu, na sexta-feira à tarde, cinco homens acusados de venda de ingressos falsos para a final da Copa América, que ocorre neste domingo, no Estádio do Maracanã, entre as seleções do Brasil e Peru. A prisão da quadrilha teve o apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), grupo de elite da Polícia Civil.

Polícia prende quadrilha com ingressos falsificados para final da Copa América

Os agentes chegaram ao grupo a partir da denúncia de uma mulher que negociava pela Internet a compra de dois ingressos para a decisão da Copa América. Desconfiada, ela marcou com um dos supostos vendedores nas proximidades da Cidade da Polícia, no bairro do Jacaré, na zona norte da cidade. Ao perceber que o ingresso parecia falso, ela acionou uma equipe da Core que passava na hora e encaminhou o suspeito com a vítima para a Decon.

A partir de informações repassadas por ele, os demais integrantes do grupo foram pesos próximo ao Terreirão do Samba, no centro da cidade, com 21 ingressos falsificados e prontos para serem comercializados.

As investigações indicam que os bilhetes para a decisão da Copa América estavam sendo vendidos no valor de R$ 500 a R$1,5 mil. Os cinco acusados foram presos e autuados em flagrante e vão responder por estelionato, formação de quadrilha e receptação.

Bloqueio de vias

Os bloqueios de vias no entorno do Estádio do Maracanã, na Zona Norte do Rio, para a final da Copa América começam às 13h deste domingo. O início dos bloqueios pela prefeitura do Rio coincide com a abertura dos portões para a partida entre o Brasil e o Peru, marcada para as 17h.

Nove vias serão interditadas total ou parcialmente: ruas Eurico Rabelo, Isidro de Figueiredo, Arthur Menezes, Conselheiro Olegário e Visconde de Itamarati (entre Eurico Rabelo e São Francisco Xavier), o Viaduto Oduvaldo Cozzi, no sentido Avenida Maracanã (a alça sentido Méier estará liberada), a Avenida Maracanã, nos dois sentidos (entre o Viaduto Oduvaldo Cozzi e a Rua São Francisco Xavier), a Avenida Prof. Manoel de Abreu, no sentido centro (entre a Dona Zulmira e a Radial Oeste) e a Radial Oeste, sentido Centro (entre a São Francisco Xavier e a Avenida Maracanã).

O estacionamento estará proibido em todo o entorno do Maracanã, segundo a prefeitura. As vias interditadas só serão liberadas duas horas e meia depois do final da partida.

Os moradores

Os moradores das áreas interditadas poderão circular pelas vias bloqueadas desde que apresentem o comprovante de residência. A prefeitura pede, no entanto, que esse tipo de deslocamento seja evitado devido ao grande número de torcedores que circularão a pé por esses locais antes e depois da partida.

A prefeitura pede ainda que os torcedores cheguem ao estádio por meio de transporte público. Por causa das interdições, algumas linhas de ônibus sofrerão mudança de itinerário.

Para a prefeitura, portanto, as melhores opções são o trem e o metrô. O metrô operará a Linha 2, entre a Pavuna e o Jardim Oceânico, sem necessidade de fazer transferência de trens durante o domingo. Já a Supervia terá trens extras.

As estações mais próximas para os torcedores são a São Francisco Xavier, da Linha 1 do metrô (para o portão D), a Maracanã, que serve à Linha 2 do Metrô e à Supervia (portão A, B e C), e a São Cristóvão, que também serve à Linha 2 e à Supervia (portões D e E).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *