Polícia do Rio faz operação contra roubo de carros e cargas 

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 18 de novembro de 2020 as 13:15, por: CdB

Policiais civis fizeram nesta quarta-feira operação para cumprir 19 mandados de prisão de suspeitos de praticar roubos de carros e de cargas na região metropolitana do Rio de Janeiro. Até as 7h15, 15 pessoas já tinham sido presas.  

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Policiais civis fizeram nesta quarta-feira operação para cumprir 19 mandados de prisão de suspeitos de praticar roubos de carros e de cargas na região metropolitana do Rio de Janeiro. Até as 7h15, 15 pessoas já tinham sido presas.

Polícia faz operação contra roubo de carros e cargas no Rio
Polícia faz operação contra roubo de carros e cargas no Rio

A operação Duque de Ferro também cumpre 30 mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos suspeitos de integrar a quadrilha, que atua na cidade do Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense.

O grupo criminoso também é suspeito de praticar roubos em residências de luxo. A operação é comandada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA).

Receptação de equipamentos de telefonia

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) realizaram, na terça-feira, uma grande operação na Região dos Lagos contra receptação de equipamentos de telefonia e de Internet furtados e que eram utilizados pelos acusados em suas próprias empresas e redes de provedor de internet. Os agentes apreenderam diversos materiais e centenas de metros de cabos furtados de fibra ótica.

Em uma empresa, em São Pedro da Aldeia, os agentes apreenderam 24 caixas de terminação óptica (NAPS), que haviam sido furtadas da operadora Claro. O equipamento foi desenvolvido para proteger a fusão, distribuição e concentração das fibras ópticas. A investigação deste caso foi iniciada na 151ª DP (Nova Friburgo). De acordo com os policiais, os acusados tentavam esconder os logotipos das operadoras usando massas e, além disso, queimavam as caixas. No entanto, a equipe conseguiu identificar as marcas das empresas lesadas em diversos equipamentos.

No município de Araruama, os agentes foram até a casa de um suspeito e encontraram centenas de metros de cabos furtados de fibra ótica da Claro, Oi, Vivo e Sumicity, além de baterias furtadas da Claro e da Nextel.

Durante o levantamento de informações, os policiais descobriram que as empresas não possuem licença da Anatel para oferecer o serviço e utilizavam a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAES) divergente com o que era prestado aos clientes. As investigações prosseguem para identificar todos os envolvidos nos furtos e na receptação dos produtos.

Compra e vende medicamentos controlados

Policiais da Delegacia do Consumidor (DECON) prenderam em flagrante, na terça-feira, um suspeito de integrar uma quadrilha que compra e vende medicamentos controlados desviados de hospitais do Rio de Janeiro e anabolizantes. Segundo os agentes, na casa do criminoso foram encontrados 9 mil comprimidos de sibutramina, remédio utilizado em casos de obesidade, e os anabolizantes trembolona e durateston.

Após cruzamento de dados do setor de inteligência, os agentes foram ao bairro do Mutondo, em São Gonçalo, localizaram e capturaram o suspeito e apreenderam os produtos. Além dos medicamentos, também foram encontrados cinco vasos com plantação de maconha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *