Policiais acusados de matar Patrícia Amieiro são condenados no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 12 de dezembro de 2019 as 11:46, por: CdB

Em junho de 2008, o carro da engenheira Patrícia Amieiro foi encontrado no canal de Marapendi, que passa sob a autoestrada Lagoa-Barra.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

A Justiça do Rio de Janeiro condenou na quarta-feira dois policiais militares acusados de matar a engenheira Patrícia Amieiro pelo crime de fraude processual. Marcos Paulo Nogueira Maranhão e William Luis do Nascimento terão que cumprir três anos de prisão, mas podem recorrer em liberdade da decisão do 1o Tribunal do Júri da Capital.

A Justiça do Rio de Janeiro condenou dois policiais militares acusados de matar a engenheira Patrícia Amieiro
A Justiça do Rio de Janeiro condenou dois policiais militares acusados de matar a engenheira Patrícia Amieiro

Eles foram absolvidos, no entanto, da acusação de tentativa de homicídio. Os outros dois réus no processo, policiais Fábio Silveira Santana e Márcio Oliveira dos Santos, foram absolvidos também da acusação de fraude processual.

O caso

Em junho de 2008, o carro da engenheira Patrícia Amieiro foi encontrado no canal de Marapendi, que passa sob a autoestrada Lagoa-Barra.

O caso foi inicialmente tratado como um acidente de trânsito, mas, como o corpo dela não foi encontrado, a polícia começou a tratar o caso como homicídio. A perícia descobriu marcas de tiros no capô, que teriam sido disparadas pelos policiais militares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *