Preço do diesel sobe e gasolina alcança nova máxima histórica

Arquivado em: Destaque do Dia, Energia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 31 de agosto de 2018 as 14:14, por: CdB

Trata-se do primeiro aumento desde junho, quando os preços do diesel foram congelados a R$ 2,0316 por litro como parte da subvenção econômica oferecida pelo governo como parte das medidas tomadas para acabar com os protestos de caminhoneiros.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

A Petrobras elevou nesta sexta-feira em 13,03% o preço médio do diesel nas refinarias, para R$ 2,2964 por litro, um dia após a agência reguladora ANP publicar os novos valores de referência para a comercialização do produto.

O preço do diesel e da gasolina, principais derivados do petróleo, iniciam segundo semestre com novos aumentos
O preço do diesel e da gasolina, principais derivados do petróleo, iniciam segundo semestre com novos aumentos

Trata-se do primeiro aumento desde junho, quando os preços do diesel foram congelados a R$ 2,0316 por litro como parte da subvenção econômica oferecida pelo governo como parte das medidas tomadas para acabar com os protestos de caminhoneiros que afetaram todo o país.
O novo preço é o maior desde os R$ 2,3351 por litro de 23 de maio. Dentro da era de reajustes diários da Petrobras, a máxima foi de R$ 2,3716 por litro, em 22 de maio.

Segundo a petroleira, “o valor reflete a média aritmética dos preços do diesel rodoviário, sem tributos, praticados pela Petrobras em suas refinarias e terminais no território brasileiro”.

Câmbio

Na véspera, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou que os novos preços de referência para a comercialização de diesel, o combustível mais consumido no país, terão alta de mais de 14%, a depender da região.

Já considerando-se o desconto de 30 centavos por litro previsto no programa de subvenção, o preço de comercialização do diesel subirá 14,4% no Centro-Oeste, para 2,4094 reais por litro. No Sudeste, o avanço será de 10,55%, para R$ 2,3277 por litro.

No Nordeste, incluindo Tocantins, o valor foi a R$ 2,2592 por litro, alta de 12,6%, enquanto no Norte, sem o Tocantins, o aumento é de 12,5%, para R$ 2,2281. Por fim, no Sul, a ANP relatou alta de 13,1%, para R$ 2,3143 por litro no preço de comercialização.

Nova máxima

Os reajustes ocorrem diante do aumento nos preços internacionais do diesel e no câmbio. Os preços valem desta sexta-feira até 29 de setembro.

Ainda nesta manhã, a Petrobras anunciou um aumento de 1,54% nos preços da gasolina nas refinarias, para R$ 2,1704 o litro, válido a partir de sábado, em um comunicado em seu site.

Com o aumento, o novo valor atingirá uma máxima dentro da política de reajustes diários, iniciada há mais de um ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *