Preço do ouro dispara, em nível mundial, durante a pandemia

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 5 de agosto de 2020 as 17:12, por: CdB

Depois de superar a marca 2 mil dólares pela primeira vez na terça-feira e atingir uma nova máxima de US$ 2.041,33 a onça nesta quarta-feira, o ouro spot subia 1,1%, a US$ 2.040,50. Os futuros de ouro nos Estados Unidos operavam em alta.

Por Redação, com Reuters – de Londres
O padrão-ouro foi substituído pela moeda norte-americana e os petrodólares
O padrão-ouro foi substituído pela moeda norte-americana e os petrodólares

O ouro ampliava seu rali acima do importante nível de US$ 2 mil a onça nesta quarta-feira, atingindo uma nova máxima recorde à medida que um dólar fraco e rendimentos dos Treasuries em queda alimentavam uma onda de compras entre os investidores que procuram uma reserva segura de valor. Com os mercados abalados pela pandemia de coronavírus, o ouro agora sobe 34,5% no ano e é um dos ativos com melhor desempenho em 2020.

Nível de medo

Depois de superar a marca 2 mil dólares pela primeira vez na terça-feira e atingir uma nova máxima de US$ 2.041,33 a onça nesta quarta-feira, o ouro spot subia 1,1%, a US$ 2.040,50. Os futuros de ouro nos EUA operavam em alta de 1,8%, a US$ 2.056,30.

— Há um nível de medo nos mercados que é quase palpável. Esse ímpeto está se alimentando de si mesmo, com base em preocupações reais sobre o fracasso da macroeconomia em mostrar quaisquer sinais significativos de recuperação — resumiu o analista independente Ross Norman.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *