Premiê britânico mira Brexit rápido e anuncia agenda de governo ‘radical’

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 19 de dezembro de 2019 as 12:11, por: CdB

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou o que classificou como uma agenda de governo “radical” nesta quinta-feira, mirando uma separação rápida da União Europeia.

Por Redação, com Reuters – de Londres

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou o que classificou como uma agenda de governo “radical” nesta quinta-feira, mirando uma separação rápida da União Europeia, futuros acordos comerciais e a transformação do país para recompensar a confiança dos eleitores que lhe deram uma vitória eleitoral folgada.

Premiê britânico, Boris Johnson, no Parlamento
Premiê britânico, Boris Johnson, no Parlamento

Pouco mais de uma semana depois de conquistar a maioria conservadora mais expressiva desde a vitória de Margaret Thatcher em 1987, o Discurso da Rainha desta quinta-feira ofereceu detalhes dos planos de Johnson para o Reino Unido, depois de mais de três anos de turbulência do Brexit.

Johnson revelou a intenção de tentar satisfazer as exigências dos eleitores do norte e do centro da Inglaterra que romperam a tradição de apoio ao Partido Trabalhista para endossá-lo.

Entre as promessas de reforçar o financiamento do sistema de saúde estatal, aumentar as penas para crimes violentos e fortalecer os direitos trabalhistas, Johnson fez de seu slogan de campanha “Faça o Brexit Acontecer” sua maior prioridade, confirmando que vai tirar a nação da UE no dia 31 de janeiro.

Discurso da Rainha

Ele ainda disse que não permitirá mais “vacilações e atrasos”, descartando qualquer adiamento do período de transição para negociar um acordo de livre comércio com a UE para depois de 2020 e insinuando que fará negociações comerciais com outros países ao mesmo tempo.

– Nossa primeira tarefa é fazer o Brexit acontecer, e deixaremos a UE no final de janeiro – disse ele no prefácio do Discurso da Rainha, no qual a rainha Elizabeth delineia o programa de seu governo para assinalar o início de uma nova legislatura.

– Libertaremos o país da camisa de força da indecisão, restaurando a confiança das pessoas e dos negócios. Evitaremos a armadilha de mais vacilações e atrasos descartando qualquer adiamento do período de implantação para além de 2020.

O premiê planeja iniciar nesta sexta-feira o processo parlamentar de aprovação da legislação necessária para ratificar o Brexit.

Qualificando seu programa de governo como “o Discurso da Rainha mais radical em uma geração”, Johnson delineou um plano ambicioso que reverte os anos de austeridade econômica que seu Partido Conservador governista supervisionou nos últimos nove anos.

Ele prometeu gastar mais no amado, mas combalido, Serviço Nacional de Saúde britânico aprovando uma legislação que garanta um aumento de fundos de 33,8 bilhões de libras esterlinas adicionais por ano até 2023-24.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *