Premiê irlandês diz que divergências sobre Brexit permanecem

Arquivado em: Europa, Manchete, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 16 de outubro de 2019 as 10:24, por: CdB

O primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, disse nesta quarta-feira que as últimas negociações entre a União Europeia e o Reino Unido não conseguiram resolver os problemas.

Por Redação, com Reuters – de Bruxelas/Dublin

O primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, disse nesta quarta-feira que as últimas negociações entre a União Europeia e o Reino Unido não conseguiram resolver, até o momento, os problemas que impedem um Brexit amigável, e fontes da UE relataram um “impasse” nas conversações.

Premiê irlandês, Leo Varadkar, durante coletiva de imprensa em Estocolmo
Premiê irlandês, Leo Varadkar, durante coletiva de imprensa em Estocolmo

As dificuldades se concentram no comércio entre o bloco e o Reino Unido após a separação e na situação da fronteira irlandesa, embora Michel Barnier, principal negociador da UE para o Brexit, tenha dito que estava otimista em relação a um acordo.

– Existe um caminho para um possível acordo, mas há muitas questões que ainda precisam ser totalmente resolvidas – afirmou Varadkar em discurso. “Acho que estamos progredindo, mas ainda há questões a serem resolvidas e espero que possam ser feitas hoje”.

– Mas, se não forem, ainda há mais tempo. 31 de outubro ainda está a algumas semanas e existe a possibilidade de uma cúpula adicional antes disso, se precisarmos de uma… Embora o tempo esteja acabando, estou confiante de que os objetivos (da Irlanda) podem ser alcançados.

Varadkar disse que conversou com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, no início do dia. Johnson prometeu tirar o Reino Unido da UE em 31 de outubro com ou sem um acordo com Bruxelas.

UE

Pouco antes de Varadkar falar, fontes da UE disseram que as negociações haviam chegado a um “impasse” sobre um futuro acordo comercial com o Reino Unido e a rejeição pelo Partido Unionista Democrático (DUP), da Irlanda do Norte, para as soluções alfandegárias provisoriamente acordadas pelos negociadores.

“Ruiu porque o DUP rejeitou o acordo alfandegário em sua reunião com Johnson”, disse uma autoridade da UE à agência inglesa de notícias Reuters. “Portanto, houve um acordo aduaneiro provisório, mas foi derrubado.

– O Reino Unido está negociando conosco novamente, sem poder garantir a maioria na Câmara dos Comuns. Já estivemos aqui antes – acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *