Premiê do Japão promete fazer tudo para realização dos Jogos em 2021

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 16 de outubro de 2020 as 13:14, por: CdB

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, prometeu nesta sexta-feira fazer “tudo que for preciso” pela realização da Olimpíada de Tóquio no ano que vem, trabalhando intensamente com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e os organizadores locais.

Por Redação, com Reuters – de Tóquio

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, prometeu nesta sexta-feira fazer “tudo que for preciso” pela realização da Olimpíada de Tóquio no ano que vem, trabalhando intensamente com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e os organizadores locais.

Logo dos Jogos Olímpicos em frente a Estádio Nacional de Tóquio
Logo dos Jogos Olímpicos em frente a Estádio Nacional de Tóquio

– Quero fazer o necessário para ver a Olimpíada acontecer no próximo ano – disse ele à Kyodo News, a maior agência de notícias do país, durante uma assembleia popular.

Ele também mencionou sua visita ao Vietnã e à Indonésia, marcada para domingo, dizendo que um Indo-Pacífico livre e aberto é “essencial” para a estabilidade da região.

Sua visita será a primeira vez em que ele viaja ao exterior como premiê.

Na assembleia popular, que também marcou seu primeiro mês no cargo, Suga acrescentou que combinará medidas de contenção do coronavírus com ações para reativar a economia.

Maratona de Tóquio 2021

A maratona de Tóquio do próximo ano foi remarcada de março para depois da Olimpíada devido a preocupações contínuas causadas pela pandemia de covid-19, disseram os organizadores na semana passada.

A corrida estava originalmente marcada para 7 de março, com previsão de participação de cerca de 38.000 corredores.

Mas, por causa das restrições à entrada no Japão, a prova foi adiada para 17 de outubro.

Tóquio é uma das seis maiores maratonas do mundo, junto com Boston, Berlim, Chicago, Nova York e Londres.

As quatro primeiras foram canceladas em 2020 devido à pandemia, enquanto o evento de Londres foi realizado no último fim de semana apenas com corredores de elite em uma “biosfera controlada e segura” em torno do St. James´s Park.

O evento 2020 de Tóquio também foi realizado em um formato semelhante em 1º de março.

A decisão de adiar a maratona de Tóquio ocorre em meio a preocupações sobre se a Olimpíada, que também foi adiada por um ano devido ao surto de coronavírus, pode ser realizada com segurança a partir de 23 de julho de 2021.

Os organizadores propuseram reduzir o número de funcionários nos Jogos do próximo ano e encurtar o período de abertura dos locais de treinamento, como parte de um plano para realizar um evento simplificado em meio à pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *