Presidente da federação francesa pede que árbitros não parem jogos por cantos homofóbicos

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 10 de setembro de 2019 as 12:48, por: CdB

Várias partidas do Campeonato Francês foram interrompidas brevemente por árbitros nesta temporada por causa de cantos homofóbicos nas arquibancadas.

Por Redação, com Reuters – de Paris/Londres

O presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noel Le Graet, disse que não quer que os árbitros parem os jogos em caso de cantos homofóbicos, apesar das novas regras adotadas pela entidade nesta temporada que permitem tais interrupções.

Presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noel Le Graet

– Eu não pararia os jogos, totalmente contra isso – disse Le Graet à rádio francesa France Info, nesta terça-feira.

Indagado se os árbitros atenderão seu pedido nas partidas deste final de semana, ele respondeu: “Assim espero”.

“Não deixaremos que aconteçam mais (cartazes e cantos homofóbicos). Mas parar um jogo? Não”.

Várias partidas do Campeonato Francês foram interrompidas brevemente por árbitros nesta temporada por causa de cantos homofóbicos nas arquibancadas, de acordo com as novas regras introduzidas pela FFF.

O presidente da federação não tem autoridade para instruir os árbitros a ignorarem as novas regras.

As medidas foram apoiadas publicamente pela ministra dos Esportes, Roxana Maracineanu, que na semana passada disse ter ficado “aturdida” com comentários anteriores de Le Graet nos quais este disse que “partidas demais” foram interrompidas por causa de incidentes de homofobia.

Associação inglesa multa Mina

O zagueiro colombiano Yerry Mina, do Everton, recebeu uma multa de US$ 12,3 mil e foi repreendido pela Associação Inglesa de Futebol por violar regras de apostas, informou a entidade nesta terça-feira.

O jogador apareceu em um vídeo de divulgação da empresa de apostas Betjuego, da Colômbiaa. Na Inglaterra, jogadores, técnicos e árbitros são proibidos de divulgar ou promover qualquer atividade de apostas relacionada ao futebol.

A associação disse em um comunicado que Mina admitiu a acusação de má conduta.

Após uma primeira temporada no Campeonato Inglês assolada por lesões desde que foi contratado do Barcelona, Mina disputou os quatro jogos da nova campanha na liga e ajudou o time a finalizar duas partidas sem sofrer gols.

O Everton, sexto na tabela, viaja para enfrentar o Bournemouth no domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *