Pressionado pela crise ainda mais grave, Bolsonaro explode e culpa Guedes

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado domingo, 11 de agosto de 2019 as 16:03, por: CdB

Demonstrando impaciência, Bolsonaro reagiu com grosseria às perguntas feitas pela imprensa, durante um passeio de moto.

 

Por Redação – de Brasília

 

Diante da maior crise econômica já vivida nas últimas décadas, a atitude do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), é a de fugir à realidade e transferir a responsabilidade por levar o país de volta ao rumo do crescimento econômico aos seus assessores. Neste domingo, Bolsonaro culpou o ministro da economia, Paulo Guedes, pela nova recessão que se aproxima.

Bolsonaro reuniu seus guarda-costas para um passeio de moto, neste domingo, em Brasília
Bolsonaro reuniu seus guarda-costas para um passeio de moto, neste domingo, em Brasília

— Pergunta para o Paulo Guedes, pergunta para o Paulo Guedes. Outra pergunta — disse Bolsonaro aos jornalistas que o questionaram sobre o drama do desemprego.

Após análise de 87 indicadores, em áreas diversas, pesquisa realizada por um dos diários paulistanos conservadores, ao longo dos primeiros seis meses da atual gestão, mostra que 44 deles regrediram em relação ao mesmo período do exercício anterior. Segundo a Folha de S. Paulo, 15 indicadores seguiam estáveis e somente 28 apresentaram algum tipo de melhora.

Fundo Amazônia

Demonstrando impaciência, Bolsonaro reagiu com grosseria às perguntas dos repórteres, durante um passeio de moto por Brasília, pela manhã.

— Não, eu vou encontrar a minha avó. A minha avó morreu. Infelizmente já morreu. Mais alguma pergunta? — respondeu rispidamente ao ser perguntado se iria se encontrar com os filhos por ocasião do Dia dos Pais, comemorado neste domingo.

No mesmo tom, Bolsonaro disse que não se importava com o bloqueio dos recursos destinados pela Alemanha ao Fundo Amazônia.

— Não precisamos desse dinheiro — concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *