PRF e Polícia Civil apreendem 200 kg de maconha no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 9 de janeiro de 2020 as 12:46, por: CdB

O flagrante aconteceu durante uma abordagem na BR-465, antiga Estrada Rio-São Paulo, na altura de Seropédica, região metropolitana do Rio. Três homens foram presos por tráfico de drogas.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da 22ª Delegacia da Polícia Civil apreenderam na noite de quarta-feira, numa ação conjunta, cerca de 200 quilos de maconha. O flagrante aconteceu durante uma abordagem na BR-465, antiga Estrada Rio-São Paulo, na altura de Seropédica, região metropolitana do Rio. Três homens foram presos por tráfico de drogas.

O flagrante aconteceu durante uma abordagem na BR-465, antiga Estrada Rio-São Paulo
O flagrante aconteceu durante uma abordagem na BR-465, antiga Estrada Rio-São Paulo

Policiais realizavam uma blitz na BR-465, quando desconfiaram de dois veículos e abordaram os motoristas.

Durante a fiscalização a uma picape S10, os policiais encontraram 139 tabletes de maconha, dando um total de cerca de 200 quilos. A droga estava escondida em um fundo falso de uma cama box transportada na carroceria da caminhonete.

Foram presos na ação o motorista da S10, de 41 anos, e os ocupantes, de 36 e 73 anos, do outro veículo, que se deslocava junto com a caminhonete. Eles confessaram que estavam trazendo a droga de Goioerê, no Paraná, e seria entregue em uma comunidade do Rio de Janeiro.

Roubos a consultórios

Agentes da 39ªDP (Pavuna) e da 27ªDP (Vicente de Carvalho) realizaram, na quarta feira, em uma ação conjunta, a prisão de um homem indiciado pelo crime de roubo a pelo menos três consultórios em Irajá e Vila kosmos, na Zona Norte.

De acordo com a investigação, o homem foi reconhecido pelas vítimas e o mandado de prisão foi expedido pela Vara Criminal de Madureira.

Estelionato

Agentes da 17ªDP (São Cristovão) realizaram, na quarta-feira, a prisão em flagrante de um casal responsável por tentarem aplicar um golpe num depósito público.

De acordo com a investigação, o golpe praticado consistiu na tentativa de retirada de uma van apreendida, mediante a apresentação de falsos recibos de pagamentos da Caixa Econômica Federal, referentes as multas existentes.

Após a prisão, os dois confessaram a prática do crime e que possuem duas vans que são utilizadas para transporte alternativo ilegal. Além disso, afirmaram aos policiais que foram auxiliados por um despachante que realizou a falsificação dos comprovantes de pagamento.

O responsável pela prisão afirmou que além da prisão, será instaurado um inquérito policial para apurar os demais estelionatos praticados por despachantes que atuam no depósito público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *