Procurador indica processo contra Bolsonaro por contratar funcionária fantasma

Arquivado em: Polícia, Política, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019 as 15:58, por: CdB

Filha de Fabrício Queiroz, a professora de educação física estava lotada no gabinete de Bolsonaro na Câmara dos Deputados enquanto trabalhava como personal trainer no Rio de Janeiro, em horário comercial. O pai dela foi assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

 

Por Redação – de Brasília

 

O procurador Carlos Henrique Martins de Lima, do Distrito Federal, denunciou o presidente Jair Bolsonaro à Procuradoria-Geral da República (PGR) por suspeita de improbidade administrativa e peculato. No processo, Lima denuncia que o gabinete de Bolsonaro na Câmara empregou a ex-assessora Nathália Melo de Queiroz como funcionária fantasma.

Nathalia Queiroz (E), aparece como treinadora de celebridades, no Rio de Janeiro
Nathalia Queiroz (E), aparece como treinadora de celebridades, no Rio de Janeiro

Filha de Fabrício Queiroz, a professora de educação física estava lotada no gabinete de Bolsonaro na Câmara dos Deputados enquanto trabalhava como personal trainer no Rio de Janeiro, em horário comercial. O pai dela foi assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) enquanto ele ocupava uma cadeira na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).
Investigação

Processo

Queiroz também é investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPE-RJ) por movimentações financeiras atípicas, identificadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). O gabinete de Bolsonaro atestou a frequência de Nathália, em Brasília.

Compete, agora, à procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, decidir-se pela abertura, ou não, de um processo investigatório contra o presidente, com base na representação de Lima. O procurador indica, ainda, no documento, que a Constituição impede que o presidente da República seja responsabilizado por fatos anteriores à posse, mas argumenta que é possível abrir investigação sobre o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *