Racista obriga mulher ‘preta, feia e bastarda’ a mudar de assento em voo da Ryanair

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 22 de outubro de 2018 as 13:30, por: CdB

O racista, impaciente, fazia menção de empurrar a mulher, de 77 anos, para que mudasse de lugar e a chamou de “preta, feia e bastarda”. A tripulação não o expulsou do avião nem chamou as autoridades

 

Por Redação, com Ansa – de Londres

 

Os funcionários da Ryanair serão chamados a depor no caso de racismo, em um dos voos da companhia
Os funcionários da Ryanair serão chamados a depor no caso de racismo, em um dos voos da companhia

Um passageiro se recusou a sentar ao lado de uma mulher negra em um voo da companhia aérea low cost Ryanair. O episódio ocorreu na última sexta-feira (19), em um voo entre Barcelona e Londres. A cena foi registrada em vídeo por outros passageiros e viralizou nas redes sociais devido ao crime de racismo.

O homem, impaciente, fazia menção de empurrar a mulher, de 77 anos, para que mudasse de lugar e a chamou de “preta, feia e bastarda”. A tripulação não o expulsou do avião nem chamou as autoridades, mas decidiu mudar a passageira de lugar, o que gerou fortes críticas à companhia aérea.

Criminoso

A maiorias dos comentários na web reclama da forma como o racismo não foi levado à sério pela equipe que trabalhava no voo e de como o agressor foi tratado como vítima pelo comissário, que continuava perguntando se estava tudo bem com ele.

No Twitter, a Ryanair escreveu estar ciente do vídeo e disse que já reportou o caso às autoridades britânicas. A eurodeputada Catherine Bearder foi uma das figuras políticas que se posicionou sobre a questão e afirmou que a “Ryanair pode identificar o homem e deve fazer-lo. É um fato criminoso e não deve ser tolerado”.

Assista ao vídeo (em inglês):

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *