Renova protocola, junto à CVM, novo plano de recuperação judicial

Arquivado em: Destaque do Dia, Energia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 4 de novembro de 2020 as 13:18, por: CdB

A empresa não detalhou de imediato os novos planos, que serão disponibilizados em seu site, de acordo com comunicado divulgado na noite passada, após decisão comunicada à CVM.

Por Redação – de Belo Horizonte e São Paulo

A Renova Energia, empresa de geração limpa controlada pela estatal mineira Cemig, protocolou seus planos de recuperação judicial junto aos autos de processo de recuperação já em trâmite no Estado de São Paulo. O ingresso dos documentos foi confirmado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na manhã desta quarta-feira.

A geração de energia eólica aumenta, substancialmente, no litoral nordestino
A geração de energia eólica está entre os principais investimentos da Renova

A empresa não detalhou de imediato os novos planos, que serão disponibilizados em seu site, de acordo com comunicado divulgado na noite passada, após decisão comunicada à CVM. A Renova Energia apresentou um plano de recuperação judicial inicialmente no final de 2019, quando listou dívidas de cerca de US$ 3 bilhões.

Em julho deste ano, a empresa informou que protocolou dois novos planos de recuperação, que visavam melhorar a estrutura da companhia e atender aos credores. Um deles seria referente exclusivamente às sociedades ligadas ao projeto eólico Alto Sertão III-Fase A, na Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *