Seleção brasileira feminina participará de competição no exterior e jogará contra Japão, Canadá e EUA

Arquivado em: Esportes, Futebol
Publicado segunda-feira, 11 de janeiro de 2021 as 18:10, por: CdB


 

A seleção brasileira feminina já tem o primeiro desafio confirmado em 2021. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou que a equipe participará do Torneio She Believes, nos Estados Unidos, em fevereiro, como uma forma de acelerar a preparação para as Olimpíadas de Tóquio.

O time vai medir forças com Japão, Canadá e as donas da casa, os Estados Unidos. Portanto, todos os confrontos serão contra equipes do Top 10 de Seleções da Fifa que estarão em Tóquio, em julho deste ano.

A estreia será diante do Japão. Na segunda rodada, o compromisso será encarar as atuais campeãs mundiais, os Estados Unidos. As brasileiras encerram a participação contra o Canadá. Todas as partidas serão realizadas no Exploria Stadium, em Orlando (EUA).

De acordo com os prognósticos esportivos dos especialistas, como os do portal Esportes Online, a equipe da técnica Pia Sundhage é considerada favorita contra as canadenses. Desde que Pia assumiu a seleção brasileira, os times já se encararam duas vezes.

No Torneio Internacional da China, o Brasil goleou por 4 a 0 e acabou empatando em 2 a 2 em um campeonato na França. As duas seleções estão empatadas no Ranking da Fifa na 8ª posição. O Japão, por sua vez, está em 10º lugar, mas venceu as brasileiras no Torneio She Believes, em 2019, por 3 a 1. Agora, as comandadas de Pia tem a chance de dar o troco.

Em relação as americana, o último encontro ocorreu na mesma edição do She Believes. Na ocasião, a partida foi bastante disputada e as brasileiras foram superadas pelo placar mínimo de 1 a 0. Atualmente, os Estados Unidos lidera o ranking de seleções da Fifa

Com algumas das principais forças do futebol feminino, a edição 2021 do Torneio She Believes se apresenta ser uma boa opção para os fãs da modalidade que gostam da emoção de dar os seus palpites nas plataformas de entretenimento, como a casa de apostas e cassino online LeoVegas, que tem intenção de seguir ampliando seus negócios a nível global como mostrou o iGaming Brazil: LeoVegas avalia emissão de títulos e projeta estratégia para expansão”.

Vale lembrar que a Copa do Mundo Feminina 2019 na França representou um verdadeiro divisor para a modalidade, alcançando 1,12 bilhão de espectadores através dos veículos de transmissão oficial, conforme os números da Fifa.

Além disso, a vitória dos Estados Unidos em cima da Holanda na grande decisão atingiu uma audiência de 82 milhões de pessoas ao vivo. Um crescimento gigantesco em comparação com a final do Mundial de 2015, que foi acompanhada por 25 milhões de pessoas ao vivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *