Son Heung-min renova com o Tottenham, mas segue ameaçado pelo serviço militar

Arquivado em: Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 20 de julho de 2018 as 15:55, por: CdB

Son chegou ao clube inglês em 2015, vindo do Bayer Leverkusen, e se transformou em uma peça-chave da equipe comandada pelo técnico argentino Mauricio Pochettino

Por Redação, com EFE – de Londres:

O Tottenham anunciou nesta sexta-feira a renovação do contrato do atacante sul-coreano Son Heung-min até 2023, mas o jogador segue ameaçado de ficar quase dois anos fora dos gramados por causa do serviço militar.

O Tottenham anunciou nesta sexta-feira a renovação do contrato do atacante sul-coreano Son Heung-min até 2023

Son chegou ao clube inglês em 2015, vindo do Bayer Leverkusen, e se transformou em uma peça-chave da equipe comandada pelo técnico argentino Mauricio Pochettino, junto com o atacante Harry Kane e o meia Dele Alli.

Durante a Copa do Mundo, o meia foi eliminado na fase de grupos com a seleção da Coreia do Sul, mas conquistou uma importante vitória contra a Alemanha, que era a atual campeã da competição, por 2 a 0, na última rodada.

Son é o jogador com maior projeção da Coreia do Sul, mas pode ter sua carreira interrompida, porque é obrigado pelo governo do seu país a prestar 23 meses de serviço militar antes de completar 28 anos.

No entanto, a lei sul-coreana estabelece que qualquer atleta que conquiste uma medalha olímpica ou um ouro nos Jogos Asiáticos, fique dispensado do serviço militar.

Serviço militar

A última oportunidade de Son se livrar da obrigação e não precisar abandonar a carreira por quase dois anos será no torneio de futebol do evento poliesportivo continental, que serão disputados de 18 de agosto a 2 de setembro em Jacarta e Palembang, na Indonésia.

O meia faz parte da lista de 23 convocados da seleção para a competição, mas antes terá que viajar com o Tottenham para os Estados Unidos, para jogar os amistosos contra o Roma, o Barcelona e o Milan.

A Coreia do Sul é uma das favoritas para conseguir o ouro na Indonésia. A seleção sul-coreana é uma das mais premiadas da história dos Jogos da Ásia com três bronzes (1990, 2002 e 2010), três pratas (1954,1958 e 1962) e quatro ouros (1970, 1978, 1986 e na última edição dos Jogos, em 2014).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *