SP: polícia localiza ambulância que pode ter sido usada em roubo de ouro

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 2 de agosto de 2019 as 12:58, por: CdB

As peças, que passarão por perícia, estavam abandonadas em um matagal na zona rural do município de Ferraz de Vasconcelos.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

Os policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo localizaram partes de uma ambulância que pode ter sido usada por criminosos durante o roubo de 718,9 Kg no terminal de cargas do Aeroporto Internacional Franco Montoro, em Guarulhos (SP), na última quinta-feira.

Veículos disfarçados de viaturas da Polícia Federal, que foram utilizados no roubo de ouro no Aeroporto de Guarulhos

As peças, que passarão por perícia, estavam abandonadas em um matagal na zona rural do município de Ferraz de Vasconcelos. Em nota, o Deic informa que “os trabalhos de apuração prosseguem para identificar os integrantes da quadrilha”.

De acordo com a polícia, pelo menos 10 pessoas participaram do crime. Na quinta-feira, a Justiça prorrogou as prisões temporárias dos três homens suspeitos de participação.

Dois acusados foram presos no último domingo. O terceiro foi detido em flagrante, segundo a polícia, com um carregador de fuzil e munição. Ele teria oferecido apoio logístico para passar a carga roubada dos carros usados no assalto para outros veículos.

O caso

O grupo chegou ao aeroporto por volta das 14h30 da última quinta-feira, em dois carros disfarçados de viaturas da Polícia Federal.

Fortemente armados, renderam os funcionários que faziam a manipulação da carga e os obrigaram a transferir o ouro para uma das caminhonetes. A entrada dos ladrões foi facilitada pelo supervisor de logística que afirma ter sido rendido na noite anterior.

O metal, dividido em 31 malotes, tinha como destino Nova York, nos Estados Unidos, e Toronto, no Canadá.

Viaturas

O governo de São Paulo entregou nesta sexta-feira mais de 1.674 viaturas para a Polícia Militar do estado. São 1.226 carros dos modelos Spin e Trailblazer, 300 motocicletas e 148 Bases Comunitárias Móveis, que vão reforçar o policiamento preventivo e ostensivo em todo o território paulista. A capital recebeu 680 viaturas, com 498 carros dos modelos Spin e Trailblazer, 132 motocicletas e 50 Bases Comunitárias Móveis.

Os veículos entregues são brancos e têm nova identidade visual, baseada em modelos internacionais, com menos desenhos, o que reduz os valores para aquisição e manutenção, permitindo substituição rápida quando necessário. “Não é mais pintura, é adesivagem, como faz a polícia americana. Isso torna mais fácil a recuperação dos veículos diante de qualquer acidente. Com isso, ganhamos cerca de dois dias no tempo de recuperação”, disse o governador de São Paulo, João Doria, durante a cerimônia de entrega dos carros.

Para aquisição dos veículos, foram investidos cerca de R$ 122,9 milhões, além de 62 viaturas já entregues ao Corpo de Bombeiros ao custo de R$ 14,8 milhões. “Já temos os melhores índices de segurança do país. Precisamos investir na sensação de segurança. E, para que isso ocorra, é necessária a presença dos policiais, com os automóveis, as motocicletas, as bases comunitárias e as bicicletas elétricas. É isso que faz diferença na sensação de segurança”, disse.

O secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, disse que a cerimônia não era uma simples entrega. “A viatura representa, para a tropa, uma ferramenta de trabalho. Ela é fundamental para a prontidão da tropa. Vão contribuir para que nossos índices de criminalidade continuem baixando”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *