Superior Tribunal de Justiça manda soltar Pezão, que usará tornozeleira

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 10 de dezembro de 2019 as 15:50, por: CdB

Além de determinar a liberdade de Pezão, os ministros estipularam medidas cautelares, como obrigação de se apresentar à Justiça e impossibilidade de se comunicar com outros réus na ação a qual responde. Dois ministros da Corte estavam impedidos de votar.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

Por determinação da VI Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta terça-feira, o ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão (MDB) ganhará a liberdade, ainda que vigiada. A decisão foi tomada por 3 votos a 0. Ele cumprirá a pena em casa, usando tornozeleira eletrônica.

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão

Além de determinar a liberdade de Pezão, os ministros estipularam medidas cautelares, como obrigação de se apresentar à Justiça e impossibilidade de se comunicar com outros réus na ação a qual responde. Dois ministros da Corte estavam impedidos de votar.

Prefeito

Preso há mais de um ano, no âmbito da Operação Lava Jato, o ex-governador, aos 64 anos, é economista e nasceu em Piraí, município no Sul do Estado do Rio. Ele começou a carreira política em 1982 como vereador, por dois mandatos, e prefeito por outros dois.

Pezão, que ganhou o apelido por calçar 47,5, alavancou a vida política na mesma cidade onde nasceu e entrou para o Executivo estadual ainda no governo de Rosinha Garotinho, em 2005, quando foi nomeado subsecretário de Governo e Coordenação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *