BRICS e saída exportadora

O Brasil foi obrigado a assinar compromissos apontando para o multilateralismo nas relações diplomáticas e comerciais

Por Paulo Kliass – O saldo político, econômico e diplomático da 11ª Cúpula dos BRICS, realizada em Brasília entre 13 e 14 de novembro, pode ser analisado sob diferentes pontos de vista. De qualquer maneira, tratou-se de um evento de expressão inegável, que contou com a participação direta e presencial dos chefes de Estado dos 5 países do bloco.

Continue lendo

Os agredidos que se manifestem

Por João Guilherme Vargas Netto – Os dirigentes do movimento sindical têm se acostumado a levar porradas (por enquanto metafóricas, felizmente) desde a paralisia da economia, o disparo do desemprego, a deforma trabalhista de Rogério Marinho e as agressões do bolsonarismo.

Continue lendo