Economistas fazem ajustes e expectativa de inflação sobe em 2019

A inflação deve terminar este ano a 3,31%, uma alta de 0,02 ponto percentual em relação à semana anterior

Economistas consultados na pesquisa Focus do Banco Central ajustaram suas estimativas para a economia brasileira e mantiveram as expectativas para a taxa básica de juros depois de o BC reforçar o tom de cautela. Segundo o Focus, o centro da meta oficial de 2019 é de 4,25% e, de 2020, de 4%, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Continue lendo

PIB 2017 passa de 1% para 1,3%, indica IBGE

O Produto Interno Bruto do Brasil (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) cresceu 1,3% em 2017, anunciou nesta sexta-feira, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), após uma análise mais detalhada sobre o movimento da economia naquele ano, que interrompeu a recessão de 2015 e 2016.Com a consolidação, o crescimento da economia naquele ano passou de 1% para 1,3%, totalizando R$ 6,583 trilhões.

Continue lendo

PIB: governo projeta crescimento de 0,9% neste ano

O governo elevou nesta quinta-feira sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) este ano a 0,9%, sobre 0,85% anteriormente, segundo nova grade de parâmetros macroeconômicos divulgada pelo Ministério da Economia. Para o ano que vem, a estimativa também foi melhorada a um aumento de 2,32% do PIB, sobre 2,17% anteriormente.

Continue lendo

Mercado passa a ver ligeiro crescimento na economia brasileira

Economistas fizeram apenas pequenos ajustes em suas projeções econômicas no relatório Focus divulgado nesta segunda-feira, vendo crescimento ligeiramente maior em 2019, na terceira semana seguida de variação O levantamento semanal apontou que a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano foi a 0,92%, de 0,91% antes, permanecendo em 2,00% para 2020.

Continue lendo

Para secretário do Tesouro Nacional recuperação econômica tem sido lenta

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, voltou a falar nesta quinta-feira sobre o aperto do Orçamento brasileiro, devido ao que ele classificou como erros do passado, destacando o alto endividamento e os limites para investimento público. Entretanto, ele ponderou que o Brasil tem a vantagem de ser um país com economia diversificada, citando os leilões de áreas de petróleo a ocorrerem até o fim do ano.

Continue lendo

Índice Geral de Preços tem alta de 0,77% em outubro

O resultado ficou ligeiramente acima da expectativa em pesquisa da agência britânica Reuters de alta de 0,75%

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) passou a avançar 0,77% em outubro, depois de cair 0,29% em setembro, em meio à retomada da alta nos preços do atacado, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira.No mês, o Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, registrou salto de 1,16%, deixando para trás a deflação de 0,57% do mês anterior.

Continue lendo

FMI reduz projeção do PIB brasileiro para 2% em 2020

O Fundo Monetário Internacional reduziu a projeção de crescimento para o Brasil em 2020 para 2% e avaliou que os desequilíbrios fiscais do país são um dos fatores que vão contribuir para manter a atividade econômica na América Latina com expansão anual abaixo de 3% no médio prazo. No relatório Perspectiva Econômica Global, divulgado nesta terça-feira, o Fundo estimou que o Brasil deve crescer um pouco mais em 2019 do que o projetado anteriormente, mas mostrar uma recuperação mais fraca em 2020.

Continue lendo

Economia não deslancha e serviços tem pior agosto em dois anos

O volume de serviços no Brasil voltou a recuar em agosto pressionado pelo setor de transportes, no ritmo mais fraco para o mês em dois anos e destacando a dificuldade de recuperação do setor. No mês, o setor de serviços apresentou recuo de 0,2% na comparação com julho, de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Continue lendo