AL: para FMI os BCs têm chance de confrontar economias fracas

O credor global prevê que a América Latina e o Caribe crescerão 0,2% este ano e 1,8% em 2020

Os países latino-americanos ainda têm a chance de mitigar a fraqueza econômica que muitos deles estão sofrendo com os cortes nas taxas de juros, mas suas opções fiscais são limitadas, afirmou nesta segunda-feira uma autoridade do Fundo Monetário Internacional (FMI). A organização multilateral alertou para o risco de menor crescimento global em meio a guerras comerciais e incerteza sobre as políticas econômicas em alguns países.

Continue lendo

FMI reduz projeção do PIB brasileiro para 2% em 2020

O Fundo Monetário Internacional reduziu a projeção de crescimento para o Brasil em 2020 para 2% e avaliou que os desequilíbrios fiscais do país são um dos fatores que vão contribuir para manter a atividade econômica na América Latina com expansão anual abaixo de 3% no médio prazo. No relatório Perspectiva Econômica Global, divulgado nesta terça-feira, o Fundo estimou que o Brasil deve crescer um pouco mais em 2019 do que o projetado anteriormente, mas mostrar uma recuperação mais fraca em 2020.

Continue lendo

FMI se encontra com autoridades financeiras argentinas

Autoridades financeiras argentinas se encontraram no sábado com uma equipe do Fundo Monetário Internacional (FMI), disse o Ministério do Tesouro, enquanto dezenas de milhares de partidários do presidente do país, Mauricio Macri, juntaram-se do lado do palácio presidencial com bandeiras e cantos.

Continue lendo

FMI aponta fatores para o declínio econômico da América Latina

Alejandro Werner, diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI, escreveu nesta segunda-feira que a produção mostrou queda, com fatores climáticos afetando a produção de minério no Chile e a produção agrícola no Paraguai, enquanto a atividade de mineração no Brasil desacelerou após um desastre na barragem da Vale em Brumadinho (MG).

Continue lendo