Dallagnol está a um passo de voltar ao banco dos réus, no CNMP

Dallagnol, que pediu para deixar o cargo de chefe da Operação no Ministério Público Federal (MPF) de Curitiba, teve as ações suspensas por determinação do ministro do STF Celso de Mello, que se licenciou do cargo, posteriormente, mas está prestes a voltar à Corte. O CNMP, assim, arquivou na semana passada o processo que tramitava contra o procurador, a pedido da defesa de Lula.

Continue lendo