O mistério das mesas que flutuam

Por Maria Lúcia Dahl – Até Freud, quando Jung lhe mostrou uma mesa em sua sala, que subia e se grudava no teto, e depois descia, ao seu dispor, disse que jamais o admitiria, já que não teria como explicar.

Continue lendo