Filme português ganha em Locarno

Por Rui Martins – Não havia dúvida, Vitalina Varela, o novo longa-metragem do realizador português Pedro Costa, era o grande favorita na competição internacional do Festival Internacional de Cinema de Locarno.

Continue lendo

Festival de Locarno dá um tabefe em Bolsonaro

Por Rui Martins – O prêmio de melhor interpretação ao índio Regis Myrupu, no filme A Febre de Maya Da-Rhin, pelo Festival Internacional de Cinema de Locarno, é justo e merecido, porém, é também um tabefe na política brasileira do presidente Bolsonaro.

Continue lendo