Termômetro no Vale da Morte registra maior temperatura global 

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 17 de agosto de 2020 as 11:27, por: CdB

Um termômetro em Furnace Creek, no Vale da Morte, sul da Califórnia, subiu para 54,4ºC, a maior temperatura global em mais de um século, informou o Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos (NWS).

Por Redação, com Reuters – de São Francisco

Um termômetro em Furnace Creek, no Vale da Morte, sul da Califórnia, subiu para 54,4ºC, a maior temperatura global em mais de um século, informou o Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos (NWS).

Placa alerta para calor extremo no Parque Nacional do Vale da Morte, na Califórnia
Placa alerta para calor extremo no Parque Nacional do Vale da Morte, na Califórnia

“Se verificada, esta será a temperatura mais quente oficialmente registrada desde julho de 1913”, afirmou o NWS Las Vegas, dono do sistema de observação automatizado, sobre a leitura na tarde de domingo, enfatizando que o dado era preliminar.

Devido à sua relevância, o índice precisará passar por uma revisão formal antes de ser confirmado, informou a instituição em seu Twitter, vinculando a publicação a um comunicado do NWS.

A estação meteorológica

A estação meteorológica automatizada do NWS, perto do centro de visitantes de Furnace Creek, atingiu o ponto máximo às 15h41, horário local.

O recorde histórico no Vale da Morte, de acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM), é de 56,7°C, registrado em 10 de julho de 1913 em Greenland Ranch. Essa leitura é a mais quente já verificada na superfície do planeta, de acordo com a OMM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *