Tio de Guaidó é detido entrando na Venezuela por transportar explosivos

Arquivado em: América do Norte, América Latina, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020 as 11:18, por: CdB

Um familiar do líder da oposição venezuelana Juan Guaidó foi detido pelas autoridades venezuelanas por transportar “substâncias de natureza explosiva”.

Por Redação, com Sputnik – de Caracas

Um familiar do líder da oposição venezuelana Juan Guaidó foi detido pelas autoridades venezuelanas por transportar “substâncias de natureza explosiva”, conforme divulgado na quarta-feira.

Um familiar do líder da oposição venezuelana Juan Guaidó foi detido pelas autoridades venezuelanas
Um familiar do líder da oposição venezuelana Juan Guaidó foi detido pelas autoridades venezuelanas

Diosdado Cabello, presidente da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela (ANC), especificou que o detido é Juan José Márquez, tio de Guaidó, que regressou à Venezuela no mesmo avião que o líder oposicionista.

– Andam falando por aí do desaparecimento forçado do senhor Juan josé Márquez. Vou lhes dizer por que este senhor está detido. Transportava material perigoso – explicou o presidente da ANC, acrescentando que o familiar de Guaidó não só tinha um colete à prova de bala que não declarou, como também transportava consigo lanternas de mão que tinham no seu interior “substâncias químicas de natureza explosiva”, supostamente C-4.

Serviço Secreto dos EUA

Cabello precisou ainda que o familiar de Guaidó tinha no seu celular provas de que mantinha “contato telefônico com um funcionário do Serviço Secreto dos EUA com o nome de Charles”, escreve mídia.

No dia 5 de fevereiro, o governo dos EUA ameaçou impor novas sanções contra a Venezuela.

A crise política no país sul-americano se agravou em janeiro de 2019, quando o opositor Juan Guaidó se autoproclamou presidente interino do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *