Torcedores do Estrela Vermelha de Belgrado posicionam tanque diante de estádio

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 27 de agosto de 2019 as 12:53, por: CdB

Os torcedores do Estrela Vermelha refutaram a ideia de que estacionar um tanque na frente do estádio é uma provocação, e dezenas deles posaram para fotos diante dele.

Por Redação, com Reuters – de Belgrado 

Torcedores do time sérvio Estrela Vermelha de Belgrado estacionaram um tanque de guerra desativado diante de seu estádio antes da eliminatória da Liga dos Campeões contra o time suíço Young Boys nesta noite, gesto que um dos torcedores descreveu como “inteiramente normal”.

Torcedor do Estrela Vermelha posa para fotos em tanque com o escudo do clube em frente a estádio

O tanque de fabricação soviética T-55 é um de mais de mil que serviram durante décadas ao hoje extinto Exército Popular Iugoslavo, inclusive durante as guerras iugoslavas dos anos 1990.

O tanque, totalmente desativado, lacrado com solda e recém-pintado com cores de camuflagem e adornado com o emblema vermelho e branco do time, foi posicionado diante da entrada norte do Estádio Rajko Mitic na segunda-feira.

Normalmente o lado norte é reservado para os torcedores do Estrela Vermelha, que já se envolveram várias vezes em incidentes violentos e expressam opiniões nacionalistas contundentes.

“A máquina do Estrela Vermelha está sendo preparada”, disse o site de torcedores RSB antes da partida de volta do playoff, cujo placar agregado atual é de 2 a 2.

Não foi possível obter comentários de um porta-voz do clube.

Os torcedores do Estrela Vermelha refutaram a ideia de que estacionar um tanque na frente do estádio é uma provocação, e dezenas deles posaram para fotos diante dele.

– Isso não é uma provocação… é inteiramente normal… a guerra terminou 25 anos atrás – disse Nenad, torcedor da cidade de Zrenjanin, no norte.

Cantona receberá Prêmio

Ex-atacante do Manchester United, Eric Cantona receberá o Prêmio do Presidente da Uefa de 2019 em reconhecimento à sua carreira de jogador e ao seu comprometimento posterior com causas caritativas, informou a entidade que governa o futebol europeu nesta terça-feira.

O francês, de 53 anos, receberá a honraria em Mônaco na quinta-feira, durante o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões.

– Este prêmio não só reconhece sua carreira de jogador do mais alto calibre, mas também o homenageia pela pessoa que é – disse o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, em um comunicado.

– Um homem que recusa concessões, que defende seus valores, que diz o que pensa e, em particular, dedica seu coração e sua alma às causas em que acredita.

Cantona conquistou quatro títulos do Campeonato Inglês nos cinco anos que passou com o United nos anos 1990 e marcou 64 gols para o clube de Old Trafford em 143 atuações.

O ex-jogador de Auxerre, Marselha, Nimes e Leeds United foi escalado pela França 45 vezes, e ainda se arriscou na atuação e no futebol de praia depois de se aposentar, em 1997.

Cantona apoia a iniciativa Common Goal, que financia instituições de ajuda ligadas ao futebol em todo o mundo, e contribui com 1% de seu salário anual ao projeto cofundado por Juan Mata, do United.

David Beckham, ex-capitão da Inglaterra, recebeu o prêmio em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *