Trump aumenta taxas aduaneiras aos vizinhos e europeus

Arquivado em: Destaque do Dia, Energia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 31 de maio de 2018 as 17:15, por: CdB

Trump justificou a decisão alegando que a importação de aço e alumínio “é tanta que ameaça enfraquecer a segurança nacional”.

 

Por Redação, com Ansa – de Washington

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu aplicar taxas aduaneiras sobre as importações de aço e alumínio da União Europeia, México e Canadá. De acordo com o secretário de Comércio norte-americano, Wilbur Ross, as medidas passam a valer à meia-noite desta quinta-feira, no horário de Washington.

Trump
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump elevou as tarifas do aço e alumínio

Trump justificou a decisão alegando que a importação de aço e alumínio “é tanta que ameaça enfraquecer a segurança nacional”. Até agora, a União Europeia, o México e o Canadá, por serem parceiros estratégicos dos Estados Unidos, eram poupados da tarifa de 25% sobre as importações de aço e de 10% sobre as de alumínio ao país. Trump também vai impor cotas ou limites às importações de aço e alumínio de outras nações, como Coreia do Sul, Austrália e Brasil.

Japão

Vários líderes políticos já começaram a se manifestar contrários a medida. Para o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, a manobra de Trump é “puro e simples protecionismo”; uma vez que os EUA “não deram nenhuma outra possibilidade a não ser a imposição da decisão”. O governo mexicano, por sua vez, prometeu que aplicará medidas equivalentes aos EUA.

O Japão também demonstrou “grande preocupação” com a medida. Alega que ela é “injustificável”. E que pode causar “grande turbulência no mercado global; além de levar ao fim do sistema comercial multilateral baseado nas regras da Organização Mundial do Comércio (OMC)”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *