Trump diz que não quer conversar com presidente da China no momento

Arquivado em: América do Norte, Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 15 de maio de 2020 as 14:35, por: CdB

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse que não tem interesse, no momento, em falar com o presidente chinês, Xi Jinping, e chegou a sugerir que poderia cortar os laços com a segunda maior economia do mundo.

Por Redação, com Reuters e ABr – de Washington/Pequim

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse que não tem interesse, no momento, em falar com o presidente chinês, Xi Jinping, e chegou a sugerir que poderia cortar os laços com a segunda maior economia do mundo.

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump
O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump

Em entrevista à Fox Business Network, transmitida na quinta-feira, Trump disse que estava muito desapontado com o fracasso da China em conter a covid-19 e que a pandemia tinha deixado marca em seu acordo comercial de janeiro com Pequim, que ele havia anteriormente considerado uma grande conquista.

– Eles nunca deveriam ter deixado isso acontecer – disse Trump. “Então, faço um grande acordo comercial e agora digo que isso não parece o mesmo para mim. A tinta mal tinha secado e a praga veio à tona. E não parece o mesmo para mim”.

A manifestação estendeu-se ao presidente Xi Jinping, com quem Donald Trump tem dito repetidamente ter um bom relacionamento.

– Mas eu apenas – no momento, não quero falar com ele – afirmou Trump na entrevista.

Estudantes chineses

O presidente norte-americano foi questionado sobre a sugestão de um senador republicano, de que os vistos dos EUA sejam negados aos estudantes chineses que se candidatarem a estudar em áreas relacionadas à segurança nacional, como computação quântica e inteligência artificial.

– Há muitas coisas que poderíamos fazer. Poderíamos fazer coisas. Poderíamos interromper todo o relacionamento – respondeu.

Pandemia

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse na quarta-feira que é inaceitável uma advertência do principal especialista em doenças infecciosas do país, Anthony Fauci, nesta semana, sobre os perigos de reabrir a economia muito rapidamente.

– Para mim, não é uma resposta aceitável – afirmou Trump a repórteres na Casa Branca, acrescentando que ficou surpreso com a resposta que Fauci deu aos parlamentares em depoimento ao Senado dos EUA.

Fauci, que dirige o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, alertou que uma saída prematura do isolamento poderia levar a surtos adicionais do novo coronavírus, que já matou mais de 82 mil pessoas nos Estados Unidos e colocou a economia de joelhos.

O médico, de 79 anos, se tornou alvo de críticas dos teóricos da conspiração e da extrema-direita norte-americana desde que fez declarações sobre o surto, que estavam em desacordo com as de Trump.

O presidente, que colocava o fortalecimento da economia como ponto central em sua proposta de reeleição em novembro, incentivou os estados a reabrir negócios considerados não essenciais em meio à pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *