Trump decide demitir assessor de segurança nacional, diz jornal

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 16 de março de 2018 as 12:43, por: CdB

Citando cinco pessoas com conhecimento dos planos, o jornal disse que Trump está considerando diversas possibilidades de substitutos; incluindo o ex-embaixador norte-americano para a Organização das Nações Unidas John Bolton

Por Redação, com Reuters – de Washington:

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu substituir seu assessor de segurança nacional H.R. McMaster, mas a mudança não deve ser realizada imediatamente, relatou o jornal Washington Post na quinta-feira.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e assessor de segurança nacional, H.R. McMaster, na Casa Branca, em Washington

Citando cinco pessoas com conhecimento dos planos, o jornal disse que Trump está considerando diversas possibilidades de substitutos; incluindo o ex-embaixador norte-americano para a Organização das Nações Unidas John Bolton e Keith Kellogg; chefe de gabinete do Conselho de Segurança Nacional.

A Casa Branca não respondeu de imediato a um pedido de comentário da agência inglesa de notícias Reuters

Rex Tillerson

Na terça-feira, Trump demitiu o secretário de Estado Rex Tillerson, e o presidente tem indicado nos últimos dias que uma reforma no alto escalão de seu governo não acabou. 

– Eu realmente estou no momento, em que estamos chegando muito perto de ter o gabinete e outras coisas que eu quero – disse Trump a repórteres depois que Tillerson foi demitido. 

McMaster não deve ser removido do cargo imediatamente, segundo o Washington Post. Trump está disposto a levar um tempo para fazer a mudança para escolher com cuidado um substituto forte, afirmou o jornal.

Mulher de Donald Trump Jr. pede divórcio em Nova York

A mulher de Donald Trump Jr., o filho mais velho do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump; pediu o divórcio em Nova York, de acordo com registros de um tribunal. 

Vanessa Trump, ex-modelo e atriz, e Trump Jr. disseram em um comunicado conjunto na quinta-feira: “Depois de 12 anos de casamento, decidimos nos separar”. 

O comunicado foi disponibilizado pela Organização Trump, o império empresarial do presidente, que seu filho ajuda a administrar. 

Não havia maiores detalhes disponíveis de imediato sobre o processo de divórcio amistoso apresentado por Vanessa Trump em uma corte estadual de Nova York. Ela e Trump Jr. têm um “respeito enorme” um pelo outro; segundo o comunicado conjunto, que também pediu privacidade. 

Eles se casaram em 2005 e têm cinco filhos. 

Nos últimos meses Trump Jr., de 40 anos, foi implicado em uma investigação sobre um possível conluio entre a campanha presidencial de seu pai e a Rússia na eleição de 2016. O presidente negou tal conluio. 

O site da Organização Trump descreve Trump Jr. como um vice-presidente executivo, tal como seu irmão Eric Trump.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *