segunda-feira, 27 de março de 2017 • ANO XVII • N° 6.269

One Comment

  1. 1

    luiggi

    Todo esse discurso de defensores da natureza esconde uma política de interferência nas matrizes econômicas dos países em desenvolvimento. Valem-se de um discurso catastrofista para alarmar as populações e tentar retardar no tapetão o desenvolvimento tecno-industrial dos emergentes enquanto, de alguma maneira, procuram alternativas aos seus próprios recursos já exauridos. Tudo é um grande jogo de interesses. Preservar a qualidade de vida de todos os seres do planeta é nobre e é de obrigação mas transformar isso em sectarismo dogmático só leva a radicalismos e à ignorância e, conseqüentemente, à manipulação pelo establishment.

Os comentários estão encerrados.

Copyright 2017 - Todos os direitos reservados

%d blogueiros gostam disto: