Vigilância Sanitária inspeciona Parque Olímpico para garantir saúde de público do Rock In Rio

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 29 de agosto de 2019 as 12:18, por: CdB

A Vigilância Sanitária municipal realizou nesta semana uma inspeção no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, com foco na realização do Rock In Rio.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

A Vigilância Sanitária municipal realizou nesta semana uma inspeção no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, com foco na realização do Rock In Rio. O festival começa daqui a menos de um mês, em 27 de setembro. Durante a vistoria, técnicos da Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses estiveram em todos os espaços da Cidade do Rock, inclusive na área destinada à alimentação dos funcionários. No trabalho, foram destacados pontos que precisam de ajustes e passadas orientações aos responsáveis das lojas e estandes que participarão do evento.

A visita da Vigilância Sanitária à Cidade do Rock foi a 16ª etapa de um trabalho preventivo à saúde que começou em novembro de 2018

Nesta quinta-feira, os fiscais tiveram uma reunião com 150 fornecedores que atuarão no festival, para orientar sobre os procedimentos corretos para garantir boas condições ao consumidor. Faz também parte do roteiro da prevenção de riscos à saúde pública a capacitação em higiene na manipulação de alimentos, em embelezamento e em saúde para 45 turmas de profissionais que vão trabalhar na Cidade do Rock.

– Começamos a prevenção bem cedo, em novembro do ano passado, com a primeira reunião com organizadores do Rock In Rio e representantes de serviços, como restaurantes. O trabalho resultou em vistorias integradas e preventivas, nossa maior estratégia para a redução de riscos em grandes eventos. Nosso planejamento vai além da Cidade do Rock. Na próxima semana, inspecionaremos shoppings e hotéis da área – informa Flávio Graça, superintendente de Educação da Vigilância.

Capacitação de empreendedores

A Vigilância fez também, em 19, 20 e 21 de agosto, a capacitação dos 32 empreendedores de comunidades produzirão quitutes para o Espaço Favela, uma das novidades do Rock In Rio este ano. São trabalhadores de locais como Complexo do Alemão, Salgueiro e Pavão-Pavãozinho

Em aulas práticas e teóricas na cozinha que a Vigilância mantém na unidade da Avenida Pasteur, 44, em Botafogo, Zona Sul, técnicos falaram da nova legislação sanitária e orientaram sobre a higienização de mãos, legumes, verduras e frutas. Os produtores aprenderam também como etiquetar e armazenar corretamente os alimentos.

– O Espaço Favela é uma oportunidade especial para esses empreendedores. Eles poderão mostrar um trabalho diferenciado, que contribuirá para a geração de rendas e até de empregos. Afinal, eles estarão produzindo para o maior evento de rock do planeta, com nossos técnicos conferindo o aprendizado – destaca Marissol Figueiredo, coordenadora de Eventos da Vigilância.

Certificado nas mãos

Seis das 45 turmas que trabalharão no evento, dos vários fornecedores do festival, já estão com o certificado de capacitação em mãos. A primeira concluiu o processo em 12 de agosto. Os mais de 40 participantes receberam a carteirinha oficial de manipulador de alimentos, obrigatória para quem vai trabalhar no evento. Mais duas turmas foram qualificadas nesta semana (terça e quarta), no auditório da sede da Vigilância, na Rua do Lavradio, 180, na Lapa. No mesmo local haverá cursos para o Rock in Rio quase diariamente, até 25 de setembro.

A fiscalização de terça, dia 27, foi a primeira no Parque Olímpico, e a 16ª etapa das ações prévias. Fiscais das coordenações de Saúde, Engenharia e Alimentos; do Núcleo de Inspeção e Fiscalização dos Ambientes de Trabalho (Nifat); e do Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp), também da Vigilância, participaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *