16 pessoas morrem em Aceh

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 5 de janeiro de 2004 as 04:31, por: CdB

Pelo menos 16 pessoas – dez rebeldes e seis civis – morreram neste fim de semana em Aceh em diversos confrontos entre o Exército e a guerrilha separatista nessa conflituosa província indonésia do norte da ilha de Sumatra.

De acordo com declarações hoje, segunda-feira, do porta-voz do Exército, coronel Ahmad Basuki, os rebeldes foram mortos no sábado após vários choques registrados nos distritos de Aceh Leste, Aceh Norte, Pidie, Nagan Raya e Aceh Sul.

Basuki ressaltou que, nesse dia, tropas indonésias encontraram os corpos de seis civis ao sul e norte de Aceh. O coronel culpou os rebeldes do Movimento para a Libertação de Aceh (GAM) pelo crime.

Embora o GAM ainda não tenha comentado estas acusações, negou sua responsabilidade no atentado a bomba que matou 11 pessoas e feriu muitas outras em um aldeia de Aceh durante noite do Ano Novo.

– Negamos nosso envolvimento neste ato de terror. Acreditamos que seja obra das forças militares de ocupação indonésias que operam desde a declaração da lei marcial – aponta um comunicado do GAM, assinado por Zaini Abdulá.

Abdulá, que funciona como um ministro dos Assuntos Exteriores do grupo, acrescentou que seu movimento ‘luta pelo legítimo direito de Aceh a se separar do colonialismo indonésio’.