Tarifa zero a importados amplia o déficit no Orçamento da União

O setor de jogos eletrônicos foi o mais beneficiado com o fim das tarifas de importação

A secretaria de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia informou, em relatório divulgado nesta sexta-feira, que uma portaria publicada no Diário Oficial da União, válido para o fim de semana, diminuiu de 14% para zero a alíquota de 240 novos bens de capital (BK), renovando a regra para outros 21 produtos eletrônicos, em sua maioria.

Continue lendo

FMI aponta fatores para o declínio econômico da América Latina

Alejandro Werner, diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI, escreveu nesta segunda-feira que a produção mostrou queda, com fatores climáticos afetando a produção de minério no Chile e a produção agrícola no Paraguai, enquanto a atividade de mineração no Brasil desacelerou após um desastre na barragem da Vale em Brumadinho (MG).

Continue lendo

Economia semiparalisada não impede alta dos juros no banco

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, disse que a alta dos juros do cheque especial ocorreu porque um banco aumentou a taxa, o que afetou a média. Ele alertou sobre o custo alto do cheque especial. As regras do cheque especial mudaram no ano passado, por decisão do Ministério da Economia.

Continue lendo

Desemprego segue alto no país, apesar de dado positivo do Caged

O resultado também veio acima das estimativas de analistas consultados em pesquisa da agência inglesa de notícias Reuters, que projetavam abertura de 34 mil postos. Embora o número seja melhor, embalado pelo setor de serviços, a crise ainda permanece em níveis alarmantes, com mais de 13 milhões de desempregados no país.

Continue lendo

Confiança do consumidor brasileiro chega ao fundo do poço

O Índice de Expectativas recuou 2 pontos, alcançando 97,7 pontos e permanecendo abaixo do patamar de 100 pontos pelo quarto mês consecutivo. O otimismo quanto à evolução da situação financeira das famílias foi o que mais contribuiu para esse resultado, ao cair 4,1 pontos. Trata-se do patamar mais baixo até hoje, em termos históricos.

Continue lendo

Confiança dos industriais volta a declinar com alongamento da crise

De acordo com a FGV, o recuo foi provocado pela avaliação dos empresários da indústria em relação ao presente e ao futuro, diante de uma crise econômica que se prolonga por mais de três anos. O Índice da Situação Atual, que mede o presente, recuou 2,5 pontos, para 94,1 pontos, o menor valor desde outubro de 2018 (93,4 pontos).

Continue lendo

PIB recua mais uma vez e aponta para outra séria recessão à frente

Na comparação do trimestre finalizado em fevereiro com o trimestre encerrado em maio, os três grandes setores produtivos tiveram queda: serviços (-0,4%), indústria (-1,4%) e agropecuária (-1,2%). O cálculo oficial do PIB é feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgado a cada trimestre fechado (janeiro a março, abril a junho, julho a setembro e outubro a dezembro).

Continue lendo