Setores técnicos apoiam a volta do horário de verão

O horário de verão foi extinto em 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), sob o argumento de que já não garantia grande economia de energia enquanto causava transtornos para trabalhadores, principalmente aqueles que dependem do transporte público ainda de madrugada.

Continue lendo

Aumento na conta de luz não surpreende analista do setor elétrico

A mudança significa, para o consumidor brasileiro, até R$ 4,71 a mais (49,6%) em relação ao reajuste anterior, em junho, quando a conta de luz já havia aumentado de R$ 6,24 para R$ 9,49 pela bandeira tarifária vermelha patamar 2. As providências pedidas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) são superficiais.

Continue lendo