Preços dos alimentos disparam, enquanto a economia desfalece

O preço dos alimentos recebeu o maior impacto, nos últimos meses, em face da pandemia

Ainda na pesquisa, outros grupos de despesas com inflação foram transportes (0,83%), com alta puxada pelo preço da gasolina (3,19%); artigos de residência (0,79%); habitação (0,34%); despesas pessoais (0,09%); e comunicação (0,15%). Na outra ponta, houve quedas de preços em grupos de despesas a exemplo de vestuário (-0,27%), saúde e cuidados pessoais (-0,69%) e educação (-0,11%).

Continue lendo