Bolsonaro e a questão militar

Por Jorge Gregory, – O mês de março encerrou com o Brasil assumindo definitivamente o papel de epicentro da pandemia. Com a disseminação do vírus absolutamente fora de controle, o país se transformou em celeiro de novas variantes e as restrições impostas aos brasileiros, em vários países, se tornam cada vez mais rígidas.

Continue lendo

O genocida Bolsonaro estimula o caos social

Por Altamiro Borges – Ao mesmo tempo em que sabota o auxílio emergencial, Jair Bolsonaro volta a falar em “caos social”. O genocida é um provocador neofascista, que atiça a instabilidade para fugir de suas responsabilidades.

Continue lendo

Não acredite em contos de fardas

Por Altair Freitas – Ao longo de mais de três décadas, na condição de professor de história e de quem procura estudar de modo mais profundo a trajetória do Brasil, muitas vezes me deparo com questionamentos e comentários sobre o período da ditadura militar (1964-1985).

Continue lendo

Crato não é cidade da cultura

Por Alexandre Lucas – É preciso aprofundar o debate sobre o que seja “cidade da cultura”. A afirmação pressupõe a existência de cidades sem cultura e ao mesmo tempo nos coloca diante da interrogação:  o que é cultura para esse tipo cidade?

Continue lendo

A abertura das escolas contribuiu para o aumento da covid-19 no Brasil

Por Gilson Reis – Informações divulgadas na imprensa há cerca de duas semanas apontam que uma análise dos dados móveis de celulares, a partir de rastreamento feito pelo Google, evidenciou uma alta movimentação de pessoas em áreas públicas simultaneamente aos períodos que antecederam o aumento do número de casos de covid-19 no Brasil.

Continue lendo

O odioso racismo bolsonarista agora em gestos

Por Marco Campanella – Alguns consideraram um ato de desrespeito aos parlamentares, mas o sinal emitido pelo assessor de Bolsonaro é claro e está associado ao movimento racista originário nos Estados Unidos e replicado aqui pelos que seguem doentiamente o negacionismo do atual presidente e seu guru ideológico da Virgínia, Olavo de Carvalho.

Continue lendo

Ficar vivo e agir corretamente

Por João Guilherme Vargas Netto – A velocidade dos acontecimentos faz quem insista em suas exigências passar por repetitivo. O agravamento da pandemia e seu cortejo de mortes e de desespero contido, ao mesmo tempo em que exige pressa em seu enfrentamento, alimenta uma interminável confusão de propósitos em que o essencial se perde como pormenor de pouca relevância.

Continue lendo

Até quando?

Por Walter Sorrentino – Até quando suportaremos recordes de mortes diárias de brasileiros, o aumento da média semanal das mortes por covid-19? Até quando nossas UTIs nem sequer terão vagas para quem está à beira da morte?

Continue lendo

O isolamento crescente de Bolsonaro

Por Paulo Kliass – Bolsonaro vai completar no final de março o 27º mês de um total de 48 previstos para a cumprimento de seu mandato presidencial. As pesquisas de opinião evidenciam um processo crescente de derretimento da popularidade em vários setores da sociedade brasileira.

Continue lendo

Boa e más notícias no aniversário do genocida

Por Altamiro Borges – Nas comemorações do seu aniversário de 66 anos, o genocida Jair Bolsonaro, que coloca sua famiglia acima de tudo e de todos, teve um boa e duas péssimas notícias no campo jurídico-policial. A alvissareira é que a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu soltar o “faz tudo” do clã, o ex-policial Fabrício Queiroz.

Continue lendo