quinta-feira, outubro 18, 2018

A Chapa Villa Lobos em luta na ABI

Arquivado em: Arquivo CDB, Boletim, Destaque do Dia, Direto da Redação, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 18 de setembro de 2018 as 17:09, por: Rui Martins
Atualizado em 22/09/18 17:46

A coordenação da Chapa Villa-Lobos, Associação Brasileira de Imprensa (ABI), retoma sua marcha interrompida arbitrariamente pela atual diretoria, antes do pleito 2016-2019, que objetivava restaurar entre os Confrades à condição de trincheira da liberdade de expressão e dos direitos humanos.

Por Mário Augusto Jakobskind, do Rio de Janeiro:

A ABI não pode ser usada para calar quem luta pela soberania nacional

A ABI NÃO PODE SER USADA PARA CALAR QUEM LUTA PELA SOBERANIA NACIONAL PRECISA RETOMAR A SUA TRILHA NA HISTÓRIA DO BRASIL 

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) tornou-se, com a atual diretoria capitaneada por Domingos Meirelles, uma entidade defensora de causas espúrias, como, por exemplo, a defesa do atual governo de Michel Temer. Meirelles até se utilizou do site da ABI para conseguir espaços midiáticos para si mesmo.

Isso para não falar de cartas pessoais enviadas ao presidente Michel Temer sugerindo nomes para compor seu ministério. E tudo com o uso indevido da chancela da ABI, jogando no lixo a história de lutas da entidade. 

Mas agora o momento é de lutar para reerguer a entidade e fazer com que ela retorne às trilhas históricas dos períodos em que os presidentes eram Barbosa Lima Sobrinho, Maurício Azêdo, entre outros.
E para tanto não adianta afirmar apenas que fará isso ou aquilo, mas se colocar efetivamente, ou seja, agir de acordo com os parâmetros históricos da entidade. Em outras palavras: honrar a tradição de luta da ABI. 

É preciso também estar atento aos grupos que durante muito tempo se aliaram ao esquema de Domingos Meirelles e hoje tentam se apresentar como opositores aos diretores que tomaram conta da ABI.

É preciso nesse sentido lembrar também a ação espúria do grupo de Meirelles, que simplesmente eliminou, fraudulentamente, uma chapa de concorrer na última eleição para a renovação da diretoria, em uma demonstração concreta de temor de ver ameaçada a chapa que numa quantidade ínfima de votos acabou assumindo a direção da ABI, para neutralizar exatamente a história de uma entidade de lutas em defesa não apenas dos jornalistas como dos interesses nacionais. 

É exatamente isso o que pretende, e já deu mostras nesse sentido, a Chapa Villa-Lobos, retirada do último pleito (2016-2019), pelo grupo capitaneado por Domingos Meirelles. 

Agora o momento é de retomada desse trabalho, que até a Justiça já reconheceu que foi vítima de perseguição por parte do grupo capitaneado por Domingos Meirelles. 

Você Associado da ABI que quer ver a entidade reerguida venha se somar conosco a essa luta.

Mário Augusto Jakobskind, é Professor, Jornalista, Escritor, vice-presidente na Chapa Villa- Lobos, arbitrariamente impedida de concorrer à direção da ABI (2016/2019) e Coordenador de História do IDEA, Programa de TV transmitido pela Unitevê – Canal Universitário de Niterói.

Direto da Redação é um fórum de debates editado pelo jornalista Rui Martins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *