A ignorância acima de tudo no governo Bolsonaro

Arquivado em: Arquivo CDB, Boletim, Destaque do Dia, Direto da Redação, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 6 de dezembro de 2019 as 19:43, por: CdB

A cada dia sua besteira, assim se poderia resumir os absurdos pronunciados pelos membros do governo bolsonarista de extrema-direita. Agora foi a vez  do diretor da Funarte, Dante Mantovan, dizer uma asnice sobre os Beatles. Nota do Editor.

Por Celso Lungaretti, de São Paulo:
A dreção da Cultura brasileira ficou na mão os idiotas

Domingo se completaram 39 anos desde que um medíocre frustrado baleou John Lennon mortalmente.

 
Alguns dias atrás, outro medíocre frustrado tentou arranhar sua memória disparando asneiras. Só conseguiu se tornar a piada da semana.
Atenção: esta música não é de John Lennon. Estou 
colocando-a no ar para desfazer confusões…
.
Já que o capadócio nem mesmo conseguiu inventar um motivo plausível para seu ataque — não podia admitir tratar-se apenas de inveja mórbida de quem, morto, está mais vivo do que ele jamais esteve ou estará — saiu-se com o besteirol de que Lennon teria sido satanista e comunista.
 
No primeiro caso, deve tê-lo confundido com Mick Jagger e sua Sympathy for the devil.
Atenção: ao compor versos como estes, Lennon mostrou não 
ter nada a ver com o comunismo convencional…
.
No segundo, revelou uma abissal ignorância política, pois o autor de Imagine poderia ser considerado um libertário anarquista, jamais um disciplinado comunista.
 
Vou fazer uma caridade, mostrando-lhe no que Lennon realmente incomoda fascistas e outros adeptos do retrocesso à Idade Média (ou para mais atrás ainda, quiçá voltando às cavernas).
Atenção: eis o Lennon que ousou se mostrar agnóstico (não satanista,
viu, pedro bó?!) e incomodava tanto os falsos devotos…
Está na música God, na qual Lennon teve a coragem de romper com todas as manadas e seguir os caminhos ditados por sua consciência.
 
Daí ter virado alvo de bovinizados, inclusive desses inimigos das artes que mereciam, eles sim, estar no inferno de Dante! 
Celso Lungaretti, jornalista e escritor,  foi resistente à ditadura militar ainda secundarista e participou da Vanguarda Popular Revolucionária. Preso e processado, escreveu o livro Náufrago da Utopia (Geração Editorial). Tem um ativo blog com esse mesmo título.

Direto da Redação é um fórum de debates editado pelo jornalista Rui Martins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *