quarta-feira, 20 de setembro de 2017 • ANO XVII • N° 6.449

9 Comments

  1. 9

    GianpieroZulianigpzuliani@hotmail.com

    A intolerancia é a anti tese da democracia. Mas a democracia merece respeito e tem que ser construida com respeito, com ética e com moral. O Brasil dispõe de ampla legislação que permite calar a boca de insensatos sem utilizar insensatez.Se existe uma ofensa que extrapola os limites da liberdade de expressão, ela deve, individualmente ser ajuizada, desde que promovida queixa do dolo recebido, seje por quem for.. Dar azo ao fato é enrriquecer os insensatos e isso não ajuda nada. Ponderar sim.

  2. 8

    Marcia Eloy

    Todo ano a Alemania faz uma cerimônia em um campo de concentração e convida presidentes e várias personalidades do mundo para participar desta cerimônia, relembrando que ali foram mortos judeus, comunistas e ciganos, por ordem de um homem que se achava a verdade suprema no mundo: Hitler. Por que será que a Alemanha faz esta cerimônia? Acho, para que o sentimento nazista que infelizmente ainda existe no mundo se lembre que há cerca de 63 anos atrás, o mundo se juntou, guerreou e venceu este tipo de pensamento. Isto não quer dizer que este pensamento tenha sido extinto no mundo, para isto basta ler certos comentários postos neste espaço.

  3. 7

    Rubens Santos

    Maldito ‘povinho Tupiniquim’ carregado de racismo e de ‘MUITA SENSIBILIDADE’! Ofende-se com tudo que diz respeito a minoria!
    Parada Gay, Dia da consciência Negra, cotas para Afro-descendentes & sílvicolas, e comunistas (políticos, cantores, artistas e arquitetos) ricos milionários disfarçados ‘vendo a banda passar’. Amigos de ditadores (Chavez, Morales, Irmãos Castro, Ahmadinejad, etc).
    A Educação, Saúde e Segurança na ‘lata do lixo’. A impunidade imperando na classe política e o Estado passando a mão na cabeça de bandidos de todas as ‘espécies’ que há decadas assolam o País do Oiapoque ao Chuí.
    Ser BRANCO (caucasiano) e héterosexual pelo andar da ‘carruagem’ logo será ”CRIME INAFIANÇÁVEL”, neste Brasil democrático e livre!!!??? Onde o voto (de cabresto em muitos feudos) ainda é OBRIGATóRIO por Lei.

    NOTA: Sobre a Contra-Revolução (ditadura para os EX guerrilheiros, lei-a-se ‘Luta por um Brasil Melhor e sem Injustiças’ na visão deles). Até quando vão ‘remexer’ nisso. Através do revanchismo de um Governo recalcado e vingativo. Até o Sr. Senor Abravanel (vulgo Sílvio Santos) está colaborando, digo pagando sua dívida (lançando dramaturgia no seu decadente SBT) pelo ”SOCORRO” que o governo de PeTralhas deu ao seu ‘quebrado Banco’ no ano passado!
    ”BRASIL UM PAÍS DE TO(L)DOS!!

  4. 6

    haroldo

    Todos nós brasileiros, quando votamos escolhemos aquele que mais se afina com os nossos ideais. Isso é democracia, infelizmente o deputado Bonsonaro pela sexta vez foi eleito por homens e mulheres que pensam como ele, que espertamente, sabendo disso fatura mais uma, aliás ele e a família. O que podemos fazer com mais efeito e condena-lo ao ostracismo, esquece-lo, mesmo quando fala barbaridades.

  5. 5

    José Dirceu Silveira

    Primeiro relembrar que todos os seress vivos originaram de uma solitária ameba.Segundo lembrar que não é possível ressucitar os efebos, que na velha Grecia se deitavam com outros homens para serem penetrados e chamavam isto de amor.Os séculos varreram esta prática que agora quer retomar a vida na expressão de opção de genero.A patrica de atos sexuais denegerados não pode ser classificadas como afetivas.São meras degradação da moral e do bom senso.

  6. 4

    SEBASTIAO DINIZ

    Respeitosamente, a pergunta da dignissima Sra. Preta ao Deputado Jair Bolsonaro foi capsiosa. Fosse, eu, responderia que respeito a maravilhosa raça negra, respeito os gays, respeito todo mundo, mas gostaria que meu filho ou filha casasse com elemento de mesma de mesma cor. Acredito que estarei expondo minha vontade dentro da liberdade de expressão da democracia.

    A pergunta feita pela respeitosa Preta Gil levou aquele infeliz resposta. Acredito que a mesma foi feita segundas intensões de se promover na midia com elemento humano autentico.
    Vivemos dentro da democracia, devemos escolher nossos destinos, nossos prazeres, nossas liberdades de optar pelo que queremos.
    Ademais, no resumo é construirmos com sinceridade nossos destinos.
    Portanto, fosse a pergunta feita de outra maneira, a midia não exploraria com tanta pujança.

  7. 3

    roberto

    Diante de tal texto, quanto mais imagino que o homem evolui, mais sinto que ele se atrasa. O cara aí, deu uma aula de coisas do passado distante e taxa o deputado de tantos que ele é isso… (digo que por tradição não voto, pois considero os políticos bichos peçonhentos e que já fui descriminado por negro e por japones) que se esquece do principal. Quem é pior, o Bolsonaro ou o autor do texto publicado, pois ambos estão falando besteiras. O que está acontecendo é que estão tirando de nós o já quase defundo direito de falar, de pensar, de competir com justiça por uma vaga numa universidade e outros quesitos mais. Que me importa nazismo, fascismo, comunismo, isso são coisas velhas que só servem para babacas ficarem relembrando e publicando para que alguns se deixem incendear por idéias retrógradas, absurdas e fora do contexto atual.

  8. 2

    Zezé Dias

    Umas das coisas Perversas que vejo na “quase” democracia brasileira é a sua benevolência para com aqueles que foram tão brutalmente contra a implantação do regime democrático no Brasil e que não hesitavam em efetuar o aniquilamento de todos aqueles que sonhavam com um país livre. Pessoas como o Bolsonaro, jamais poderia ocupar um cargo de deputado, uma vez que, é dever e obrigação do mesmo proceder-se de maneira condizente ao cargo; respeitando e defendendo os direitos de todos, como bem assegura a nossa carta magna.

    É inadmissível que o referido deputado se valha do parlamento para se comportar de forma truculenta, indecorosa e inaceitável, como se na caserna, ainda estivesse.

    Pelo pouco que conheço da “tartaruga manca” que é a justiça brasileira;
    talvez a punição que se faz necessária à abjeta vociferação deste indígno deputado, possa acontecer dentro de um ou dois séculos.

    Atualização das leis já!

  9. 1

    Paulo Cesar Semblano da Costa

    É o fim da picada! O brasileiro não pode mais se manifestar livremente sobre qualquer assunto, garantia que lhe garante a Constituição, que logo é taxado disso e daquilo. O autor do artigo usou um episódio para, ele mesmo, vociferar todo o seu ódio com “ignorância, racismo, intolerância e estupidez.” Um artigo que destila vingança e “que se cristaliza nos regimes fascista e nazista, à direita, ou no comunismo mais rarefeito, como nas eras de Pol Pot ou do Kmer Vermelho.” É evidente que o autor tem o direito de manifestar sua opinião, apesar de sabermos que a “existência de tipos assim é necessária para a sobrevivência do protozoário, logo, merecem o reconhecimento da (imensa) maioria, que reconhece o perigo de conviver com o micróbio.” Esse ódio destilado no artigo é porque, pelo visto, seu autor foi criado “em um ambiente de ódio” e nutrido “por quilos de um poderoso veneno, cuja fórmula os judeus sentiram na pele, durante o Holocausto.” Infelizmente “esconder a cabeça no buraco da ignorância não livrará os brasileiros de serem atropelados por um bonde carregado de miséria e rancor.” Evidentemente que os brasileiros reconhecem que o autor pertence a “uma casta pusilânime diante dos avanços da humanidade”, e devemos relegá-lo ao “bolsão de insensatez” e ao “limbo do esquecimento, onde proliferam todos os fantasmas da humanidade.”

Os comentários estão encerrados.

Copyright 2017 - Todos os direitos reservados

%d blogueiros gostam disto: