Aberto da Austrália registra primeiro caso de covid entre tenistas

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 as 11:35, por: CdB

 

O primeiro Grand Slam da temporada de 2022 começou em 9 de janeiro e vai até o dia 30 do mesmo mês. A competição ficou marcada pelo caso envolvendo o tenista sérvio Novak Djokovic, que foi deportado por não justificar a ausência de vacinação contra a covid-19.

Por Redação, com ANSA – de Melbourne 

O Aberto da Austrália registrou na quarta-feira seu primeiro caso de covid-19 entre tenistas. Trata-se do francês Ugo Humbert, que testou positivo poucas horas depois de ter sido eliminado pelo compatriota Richard Gasquet.

Humbert durante uma partida do ATP Cup

Humbert, que é o 29º colocado no ranking da ATP, descobriu que contraiu a doença em um teste de covid feito no aeroporto. O francês cumprirá sua quarentena em solo australiano.

– Fiz um teste para sair do país e ele deu positivo. Vou ficar mais uma semana em isolamento na Austrália. Obrigado pelo apoio de vocês e até breve – informou o atleta de 23 anos de idade em suas redes sociais.

Gasquet, que foi eliminado nesta quinta-feira pelo holandês Botic van de Zandschulp, testou positivo pouco antes do início do Grand Slam e foi forçado a ficar isolado por sete dias em Melbourne.

Novo coronavírus

Os tenistas Rafael Nadal, Andrey Rublev, Emma Raducanu e Belinda Bencic também estão competindo na Austrália depois de se recuperarem recentemente do novo coronavírus.

O alemão Alexander Zverev denunciou que os testes são facultativos e muitos casos da doença estão sendo “escondidos”.

O primeiro Grand Slam da temporada de 2022 começou em 9 de janeiro e vai até o dia 30 do mesmo mês. A competição ficou marcada pelo caso envolvendo o tenista sérvio Novak Djokovic, que foi deportado por não justificar a ausência de vacinação contra a covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code