Ação contra tráfico prende grupo suspeito de matar policial no Rio

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 18 de junho de 2018 as 16:21, por: CdB

Membros da quadrilha também participaram do confronto que resultou na morte do bebê que foi baleado dentro do útero de sua mãe

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

Cerca de 20 pessoas foram presas na manhã desta segunda-feira durante uma operação da Polícia Civil para cumprir mandados contra suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. A quadrilha atua nas comunidades do Lixão, Vila Ideal e Complexo da Mangueirinha.

Cerca de 20 pessoas foram presas na manhã desta segunda-feira durante uma operação da Polícia Civil

Segundo a Polícia Civil, o grupo é responsável pelo assassinato do policial militar Douglas Fontes, morto no último dia 7. O policial foi assassinado durante uma tentativa de assalto, em Gramacho. A mãe da vítima morreu depois de passar mal ao receber a notícia da morte do filho.

Membros da quadrilha também participaram do confronto que resultou na morte do bebê que foi baleado dentro do útero de sua mãe. A mulher foi atingida durante um tiroteio na Favela do Lixão, em junho do ano passado. Retirado com vida da barriga da mãe, Arthur morreu um mês depois.

No ano passado, 31 pessoas foram denunciadas por participar da quadrilha que atua nas favelas do Lixão e da Vila Ideal.

Operação das Forças Armadas

Quatro pessoas foram presas e um menor foi apreendido entre a tarde de quinta e a madrugada de sexta-feira durante uma operação das Forças Armadas em 11 comunidades da Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro.

A ação, que contou com o apoio da Polícia Militar, começou no dia anterior e deve ser concluída ainda nesta sexta-feira, de acordo com o Comando Conjunto das Forças Armadas.

As comunidades

Entre as comunidades que estão sendo alvo da operação estão Fumacê, Muquiço, Batan e Vila Vintém. Também foram apreendidas máquinas de caça-níquel e drogas. Duas barricadas foram removidas.

Segundo o Comando Conjunto, mais de um milhão e meio de moradores de 10 bairros serão beneficiados com a operação, que é parte das medidas implementadas pelo Gabinete da Intervenção Federal na Segurança Pública do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *