Acesso a Buenos Aires é bloqueado por catadores de papel

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 7 de abril de 2003 as 15:06, por: CdB

Um dos principais acessos a Buenos Aires foi bloqueado nesta segunda-feira, com cavalos por catadores de papel e papelão para exigir autorização para circular com charretes pela capital argentina.

A ponte La Noria, que liga Buenos Aires à zona sul de sua populosa periferia, ficou cortada três horas. Os manifestantes liberaram o trânsito quando receberam a promessa das autoridades de que seu pedido será analisado.

Para fechar a ponte, os manifestantes colocaram no caminho vários cavalos e charretes.

Concluído o protesto, eles advertiram que se em dois dias não receberem uma resposta do Governo de Buenos Aires, bloquearão o trânsito em todos os acessos à cidade.

Em Buenos Aires é proibida a circulação de veículos puxados por animais, e os catadores de papel se queixam de que são presos e multados por utilizar charretes para trabalhar.

Segundo cálculos de outubro do ano passado, mais de cem mil pessoas recolhem papel e papelão, material posteriormente vendido para reciclagem, na província de Buenos Aires, a mais povoada e rica da Argentina e que não inclui a capital do país.

Os catadores de papel são crianças, homens e mulheres cujo número cresceu muito nos últimos anos e cuja atividade não é permitida nem protegida por nenhum tipo de regulamento trabalhista ou sanitário.

Na Argentina, 57,5% da população das grandes cidades são pobres. Desse total, 27,5% vivem na indigência, segundo as últimas estatísticas oficiais.