Aeronaútica e Marinha investigam acidente da Petrobras

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 7 de julho de 2003 as 03:36, por: CdB

Representantes da Aeronáutca e da Marinha vão formar uma comissão para apurar causas e responsabilidades pelo acidente com um helicóptero da Petrobras, neste sábado, na Bacia de Campos.

A Comissão não tem prazo para encerrar os trabalhos, que começam imediatamente. Em paralelo, o diretor de produção e exploração da Petrobras, Guilherme Estrella, também anunciou que será formado um grupo interno para o mesmo fim.

O delegado da 123ª DP (Macaé), Jorge Veloso, também informou que será aberto um inquérito para tentar apontar quem foi o responsável pelo acidente em quem morreram cinco pessoas. A queda do helicóptero da empresa paulista BHS, avaliado em US$ 1,4 milhão, foi considerado pelo diretor da Petrobras o pior da história da empresa envolvendo aeronaves de apoio.

O delegado informou, no entanto, que a conclusão dos trabalhos dependerá do laudo dos peritos que já estão no local. A BHS presta serviços à Petrobras desde 1992 e, atualmente, aluga 11 aeronaves para a estatal, transportando cerca de 20 mil passageiros por mês.