Agentes dizem que Rafinha irá recorrer contra indenização milionária a Adidas

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 19 de dezembro de 2018 as 12:59, por: CdB

No comunicado, a defesa do atleta alega que a decisão do tribunal de Amsterdã é provisória, que não aprofundou o caso, e ainda questiona a Justiça holandesa por não analisar uma ação anterior apresentada pelo jogador contra a empresa esportiva.

Por Redação, com EFE – de Amsterdã/Madri

A agência que representa o meia brasileiro Rafinha Alcântara divulgou um comunicado nesta terça-feira no qual afirma que vai recorrer da decisão de um tribunal da cidade de Amsterdã, na Holanda, que condenou o jogador a pagar 1 milhão de euros em indenização para a Adidas.

O meia brasileiro Rafinha Alcântara

– Respeitamos a resolução judicial sobre o procedimento de medida cautelar determinada no dia de hoje, mas discordamos da argumentação e da decisão, motivo pelo qual estudaremos as alternativas judiciais junto aos advogados do jogador – afirmou a empresa na nota.

No comunicado, a defesa do atleta alega que a decisão do tribunal de Amsterdã é provisória, que não aprofundou o caso, e ainda questiona a Justiça holandesa por não analisar uma ação anterior apresentada pelo jogador contra a empresa esportiva.

Além da indenização, a sentença ainda determinou que um dos filhos do tetracampeão mundial Mazinho deverá voltar a utilizar material fornecido pela marca, com que assinou contrato em 2013.

Rafinha, que está afastado dos gramados por causa de uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, tinha vínculo com a Adidas até 1º de julho deste ano. Desde então, o meia usa material sem logomarca aparente, da empresa japonesa Mizuno.

Os advogados do brasileiro apontavam que a cláusula de extensão de vínculo não estava indicando a obrigação da renovação. A corte, no entanto, rejeitou o argumento, apontando que o texto era claro, o que tornava impossível desprezar a prorrogação.

Inicialmente, a Adidas havia pedido uma indenização de 100 mil euros (R$ 443 mil) por dia, pelo descumprimento do acordo, mas, a sentença indicou um valor 10 vezes menor, limitando o montante máximo a 1 milhão de euros.

Gabriel Paulista

O zagueiro Gabriel Paulista, do Valencia, foi diagnosticado com lesão muscular na coxa direita e perderá os próximos jogos da temporada, conforme divulgou nesta quarta-feira o clube, por meio de comunicado.

O ex-Vitória sentiu o problema físico no primeiro tempo do jogo com o Eibar, pelo Campeonato Espanhol, o que o obrigou deixar o gramado ainda antes do intervalo.

– O jogador Gabriel Paulista apresenta uma lesão nos isquiossurais da perna direita. Pendente de evolução nas próximas semanas – diz o texto divulgado pelo clube.

Nos próximos dias, o zagueiro voltará a ser avaliado, de acordo com as informações do Valencia, que perde assim o quarto atletas por contusão, já que os meias Geoffrey Kondogbia e Francis Coquelin, além do atacante Kevin Gameiro, todos franceses.

Marcelo

O lateral-esquerdo Marcelo afirmou nesta terça-feira que os maus resultados recentes do Real Madrid não indicam o fim de uma era de títulos do clube espanhol e destacou a união do elenco, lembrando do termo “família”, utilizado pelo atacante português Cristiano Ronaldo.

– A base do time está jogando junta há muito tempo e nos ajudou a chegar onde chegamos. Não vai parar aqui, temos muita fome de ganhar títulos. Estamos em um torneio curto, jogaremos a semifinal e podemos passar à final. Temos sempre essa vontade – afirmou o defensor brasileiro, em entrevista coletiva.

O debate sobre a relação dos jogadores do Real Madrid cresceu recentemente, quando CR7 deu entrevista em que apontava a Juventus, clube que defende desde o meio do ano, como “mais família”.

– Não penso no individual, porque o coletivo está acima. Somos uma família, somos muito amigos dentro e fora do campo, e se vê isso. Disputamos uma competição muito curta, que vale muito – afirmou o lateral-esquerdo.

Além disso, Marcelo falou sobre uma das polêmicas recentes do Real Madrid, que é a situação do meia Isco, que vem sendo preterido pelo técnico argentino Santiago Solari.

– Todos sabemos a qualidade de Isco, talvez, o que mais tem aqui. Se dá muita importância a uma coisa que não faz muito sentido. Alguns jogadores jogam mais do que os outros, é algo normal. Isco está no Real até a morte, como os demais – concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *